6 assistentes operacionais, um técnico superior e um médico reforçam Lar Vale Formoso onde foram detetados casos de COVID-19

Na sequência da deteção de casos positivos para a COVID-19 no Estabelecimento Vale Formoso, um dos lares oficiais sob a tutela do Instituto de Segurança Social da Madeira, (ISSM, IP-RAM), a Secretaria Regionmal da Inclusão diz que foi acionado o Plano de Contingência da instituição e fez, esta manhã, um ponto da situação.

Recorde-se que os lares da Região têm Planos de Contingência para a COVID-19 elaborados e implementados desde o início da pandemia, em março de 2020.

Nesse âmbito, a Autoridade Regional de Saúde encontra-se a acompanhar toda a situação, em articulação com a direção do lar em questão e com o Conselho Diretivo do ISSM, IP-RAM.

Todas as medidas previstas no Plano de Contingência estão acionadas, de forma a assegurar a continuidade da prestação de cuidados aos utentes e proteção dos mesmos e, igualmente, dos colaboradores.

Todos os idosos ficaram nos seus quartos a cumprir isolamento profilático com máscara.

Os colaboradores infetados ficaram em isolamento profilático e os utentes residentes foram isolados profilaticamente.

O ISSM, IP-RAM encetou contacto com todos os familiares dos utentes residentes a informar do estado de cada um, tendo os mesmos demonstrado total compreensão.

Foi feito o reforço dos equipamentos de proteção individual. Todos os trabalhadores estão equipados com bata, avental descartável, protetores de calçado, máscaras FFP2 e viseira.

Foi adquirido material descartável para administração de refeições aos idosos infetados.

Procedeu-se ao reforço do material de limpeza e desinfeção descartável para as instalações e feita a respetiva desinfeção.

A equipa será reforçada com 6 assistentes operacionais e um técnico superior, oriundas dos Centros de Dia e Convívio e Centros Comunitários (aguardam testes para iniciar funções).

Haverá ainda um reforço de um médico, a tempo inteiro, a partir desta segunda-feira.

Os horários de trabalho foram alterados, estabelecendo-se turnos de 12 horas por nove dias consecutivos para as Ajudantes de Ação Direta.

Foi feita a requisição de estadias em Unidade Hoteleira do Funchal para acolher os colaboradores no período de descanso entre turnos, evitando que os mesmos regressem ao domicílio, protegendo os seus familiares.

Está em curso, em estreita articulação com a Direção Regional de Saúde, a monitorização e testagem exaustiva a toda a rede de contactos identificada, com ligação a estes casos positivos.

De salientar que todo o trabalho desenvolvido é concretizado em estreita articulação com os Serviços de Saúde da RAM, estando a ser cumpridas todas as orientações emanadas para o efeito, algumas delas transmitidas na visita realizada no dia 1 de janeiro de 2021.

Até à presente data, nenhum outro Lar,  sob a gestão direta do ISSM, IP-RAM, apresenta casos positivos para a COVID-19.

Segundo a nota de imprensa, Augusta Aguiar realça que “todas as medidas estão a ser tomadas, de acordo com o Plano de Contingência para a COVID-19, em vigor no Lar do Vale Formoso, de forma a conter o mais rapidamente possível esta situação, e evitar mais contágios entre utentes e colaboradores. O Governo Regional, desde a primeira hora, tem tomado as medidas necessárias para a proteção da população mais vulnerável, neste caso particular, a população idosa. Com a atual evolução da situação epidemiológica na Região, nas últimas semanas, e o aumento dos números de casos positivos, foram já suspensas as visitas, situação esta que será agora alvo de avaliação semanal. Esta e outras medidas serão para manter enquanto forem necessárias, porque o mais importante é, e será sempre, a proteção e salvaguarda da saúde da nossa população.”

Referiu igualmente que, “na próxima semana, vai ser iniciado o plano de vacinação contra a COVID-19 nos lares da Região.”