OCM realiza amanhã concerto dirigido pelo madeirense Francisco Loreto

A Orquestra Clássica da Madeira (OCM) protagoniza, amanhã, dia 13 do corrente mês de Dezembro, pelas 16 horas, no Centro de Congressos da Madeira, um concerto dirigido pelo maestro madeirense Francisco Loreto.

“Interpretar Música ao vivo num contexto global de extrema complexidade social é, para nós, um exercício de alegria e de gratidão!”, salienta o director artístico da OCM, Norberto Gomes, acrescentando que Cândido Drummond de Vasconcelos, Anselmo Serrão e Victor Costa são os madeirenses presentes neste programa, “que com a sua herança criativa tanto nos honram, e permitem programar juntamente com Rimsky-Korsakov, Johann Strauss e Edouard Strauss.”

Os bilhetes para este evento custam entre 20 e 5 euros, e estão disponíveis na Loja Gaudeamus no Colégio dos Jesuítas, (junto à Câmara Municipal do Funchal), de segunda a sexta-feira no horário das 10:00 – 18:00 e neste sábado das 10:00 – 14:00.

O programa é o seguinte:

Nikolai Rimsky-Korsakov [1884 – 1908] –  Polonaise, da ópera «Véspera de Natal» [1903]
Johann Strauss II [1825 – 1899] – Kaiser Walzer, Op. 437 [1889]
Johann Strauss II [1825 – 1899] –  Stürmisch in lieb und tanz, Polka schnell op. 393 [1881]
C. D. Vasconcelos  [ …– 1882] [orq. Francisco Loreto]  – Roza Polka [1846]
Johann Strauss II [1825 – 1899] – Rosen aus dem Süden, Walzer Op. 388 [1880]
Johann Strauss II [1825 – 1899]- Schnellpost-Polka, Op.159 [1855]
João Victor Costa [1939 – 2018] – Valsa “Ilha de Sonho”, do Poema Sinfónico «Madeira»
Anselmo Serrão [1846 – 1922] – Valse
Anselmo Serrão [1846 – 1922] – L’ Enfer, Galope
Johann Strauss II [1825 – 1899] – An der schönen blauen Donau, Walzer Op. 314 [1867]
Johann Strauss [1804-1849] – Radetzky-Marsch, Op. 228 [1 848]

Francisco Loreto, o maestro convidado, é desde 1998 professor de Análise e Técnicas de Composição, e Acústica no Conservatório – Escola das Artes da Madeira, e 1º clarinete solista da Orquestra Clássica da Madeira. Natural da Ponta do Sol, Ilha da Madeira, concluiu em 1993 o Curso Complementar de Clarinete no Conservatório da Madeira.

Entre 1993 e 98 prosseguiu os seus estudos em Lisboa, onde se formou simultaneamente em Clarinete pela Escola Superior de Música de Lisboa e em Ciências Musicais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Durante este período de estudos foi o chefe de naipes de clarinetes da Orquestra Sinfónica Juvenil, onde também tocou como solista.

Como bolseiro do Governo Regional da Madeira estou 3 anos de Direcção de Orquestra com o Maestro Roberto Perez, tendo em 1999 dirigido a Orquestra Clássica da Madeira como estagiário.

Em 1995 escreveu o “Ensaio Teórico sobre o Sequêncialismo Alfatonal” que aborda a linguagem que utiliza na composição da maioria das suas obras. Composições como o quarteto de cordas “Todos os Nomes” foram emitidos na RTP Madeira.

Em 2002 colaborou com a Companhia de Bailado da Madeira, tendo sido 2 obras suas coreografadas.

Criou em 2003/04 no Conservatório – Escola das Artes da Madeira, no âmbito da disciplina de Classe de Conjunto, o Atelier de Musica Contemporânea, que foi um agrupamento com alunos finalistas, dedicado às novas linguagens musicais. Para este agrupamento, escreveu anualmente novas obras com fins pedagógicos

Compôs a obra “Dez a Fio” para clarinete e piano de encomenda para o Concurso Internacional de Clarinete MADEIRA MUSIC, edição de 2004, como peça obrigatória dos semi-finalistas. A melhor interpretação desta obra teve direito a um prémio extra. Esta obra tem sido muito tocada pelos clarinetistas portugueses e foi em 2006 gravada em disco pelo clarinetista António Rosa.

Compôs em 2005 a obra “SoNotas” para Tuba e Piano a convite do famoso tubista Sérgio Carolino, que a estreou em recital no Funchal. Esta obra também foi gravada em disco em 2012. Com esta obra, em junho de 2008, venceu o prémio internacional de Composição «Harvey G. Phillips Awards For Excellence In Composition», atribuído nos Estados Unidos da América, pela Associação Internacional de Tuba.

Neste mesmo ano de 2008 compôs a obra Fantasia Sinfónica «A Contemplação da Madeira» por encomenda do 30º Festival de Música da Madeira, estreada a 6 de junho no Teatro Municipal Baltazar Dias, pela Orquestra Clássica da Madeira. Esta obra desde então tem sido interpretada com alguma frequência.

Em 2012, por encomenda de «Guimarães – Capital Europeia da Cultura 2012» teve o privilégio de ter uma obra sua no Programa deste importante evento cultural, com a composição e estreia do seu trio para violino, violoncelo e piano intitulado «TrioFonia».

As suas obras estão publicadas na Suíça, na editora especializada de partituras Editions BIM.

Estudou Direcção de Orquestra na «Escuela de Direcccion de Orquestra e Banda Navarro Lara», em Huelva, Espanha, tendo obtido em dezembro de 20016 o seu Diploma de licenciatura em Direção de Orquestra pela Royal School of Music de Londres.

Desde 2015 que é o maestro da Orquestra Académica do Conservatório – Escola das Artes da Madeira, onde tem desenvolvido uma intensa actividade pedagógica orquestral na formação de jovens músicos e de novos públicos da música clássica na Região Autónoma da Madeira, através do Ciclo de Concertos Comentados.