Santa Cruz retoma ajuda alimentar abrangendo aproximadamente mil famílias

A Câmara Municipal de Santa Cruz retomou, no presente mês de Dezembro, o programa de ajuda alimentar iniciado no início da pandemia. Esta  quarta fase corresponde a um investimento de cerca de 50 mil euros, e deverá abranger quase 1000 famílias, refere uma nota.
Hoje, o presidente Filipe Sousa e o vereador Jaime Silva visitaram um dos centros de distribuição de cabazes. Este programa surgiu da necessidade de fazer face às dificuldades que muitas famílias começaram a sentir em Março, quando foi declarada a pandemia da COVID-19, lançando muitas pessoas para o desemprego ou para o regime de layoff, com a consequente perda de rendimentos.
A primeira fase desta ajuda, com distribuição de cabazes mensais, decorreu de Maio a Junho, a segunda fase de Junho a Julho. a terceira fase de Agosto a Setembro. A ajuda é agora retomada e deverá manter-se no ano de 2021, com o lançamento de um novo concurso para aquisição de bens alimentares, dado prever-se o agravamento das dificuldades das famílias, refere a CMSC.
Em termos de números totais, o acumulado das três fases fez com que esta ajuda chegasse a 1966 agregados familiares, correspondendo a 6518 cidadãos apoiados e a 2484 crianças abrangidas. Os motivos para o apoio alimentar foram o layoff, o desemprego, a redução de rendimentos, a perda salarial, a situação de trabalhadores sazonais e os vínculos laborais informais.