Horários do Funchal e Sindicato dos Rodoviários da Região chegam a acordo

A Administração da Horários do Funchal (HF) e o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários e Atividades Metalúrgicas da Região Autónoma da Madeira (STRAMM) chegaram a acordo naquilo que respeita à blindagem do subsídio de agente único, assim como naquilo que concerne ao pagamento do subsídio que substituiu o Agente Único aos motoristas que não trabalharam durante a pandemia.

Nesse sentido, a empresa aceitou fazer duas alterações ao Acordo de Empresa assinado em 2019 e válido até 2029, alterando o conteúdo das clausulas referentes ao subsídio de agente único e ao abono para falhas, de forma a garantir que ambos serão pagos, mesmo não havendo cobrança a bordo, seja em virtude da pandemia, seja por qualquer outra razão.

Segundo uma comunicado da empresa, o acordo vai ao encontro do interesse dos motoristas, colaboradores essenciais para o funcionamento, salvaguardando ainda a situação financeira da HF, uma vez que não implica um esforço financeiro significativo, numa época em que todos somos poucos para garantir a sobrevivência do grupo, assim como para continuar a assegurar um serviço de qualidade a toda a população do Funchal e da Região, assim como aos nossos visitantes.

A Administração da Horários do Funchal destaca o ambiente de diálogo entre os intervenientes nesta negociação, assim como a mediação da Secretaria Regional de Economia, que tutela os transportes terrestres na Madeira e Porto Santo.

Salienta, ainda, a absoluta necessidade de manter a paz social e a concertação no seio do grupo, valores fundamentais para possibilitar vencer a crise e para continuar a garantir um serviço de qualidade a toda a população, pelo que irá aplicar à Companhia de Carro de São Gonçalo, e no que se refere às expressões pecuniárias, o constante neste acordo .

A HF é de todos mas é, sobretudo, dos cidadãos e é neles que quer a administração, quer os colaboradores, pensam em primeiro lugar.