Para o Bloco de Esquerda, pavimentar a Estrada das Ginjas é “um crime ambiental”

O Bloco de Esquerda pronunciou-se ontem sobre a pavimentação da Estrada das Ginjas, considerando que tal coisa “é um crime”, no dia em que um grupo de cidadãos organizou um protesto no centro do Funchal contra esta decisão governamental.

“A pavimentação da estrada das Ginjas é um crime ambiental e um esbanjamento de dinheiros que tanta falta fazem perante a crise enorme que estamos a viver”, refere Paulino Ascensão, líder regional do Bloco.

“Quando a água é cada vez mais escassa por diminuição da precipitação e sabendo que a floresta laurissilva é essencial para captar a água do nevoeiro e para retê-la no solo, o Governo em vez de investir para preservar a floresta vai esbanjar largos milhões para destruí-la”, refere este responsável partidário.

“Que benefícios vai trazer o asfalto para o futuro? Nenhum, excepto, como habitualmente, o enriquecimento rápido de alguns que tenham andado a comprar terrenos na zona e do empreiteiro que fizer a obra.  Quando há tantas parcelas de terrenos agrícolas abandonados pelas inexistência de acessos e da escassez de água de rega, o Governo Regional esbanja milhões do orçamento da agricultura para nada – só para benefício dos amigos”, sentencia o BE.