UMa abre nova licenciatura em Engenharia de Computadores já no próximo ano letivo

A Universidade da Madeira (UMa) vai abrir já no próximo ano letivo uma nova licenciatura em Engenharia de Computadores.

Com a duração de três anos, perfazendo um total de 180 ECTS, divididos em 60 ECTS por ano e 30 ECTS por semestre, a licenciatura em Engenharia de Computadores vai abrir 20 vagas no letivo 2020/2021. As provas de ingresso exigidas são (07) Física e Química e (16) Matemática.

Segundo uma nota de imprensa, a Licenciatura em Engenharia de Computadores é uma área de ensino que abrange a Engenharia Informática e a Engenharia Eletrotécnica. Tem como objetivo principal formar profissionais aptos a responder com autonomia e elevado grau de competências aos desafios colocados pelo exigente e dinâmico mercado de trabalho associado a este sector.

Pretende também preparar profissionais capazes de desenvolver projetos de sistemas e componentes baseados em computadores, integrando componentes de software e hardware, de projetar redes de computadores e dispositivos para a Internet das Coisas, e ainda de desenvolver e testar os seus protótipos para fornecer à indústria.

A engenharia de Computadores incorpora a ciência e a tecnologia de projeto, construção, implementação e manutenção de componentes de software e hardware de sistemas atuais de computação e equipamentos controlados por computador. Lida com uma ampla gama de produtos, em particular os dispositivos de comunicação, como telefones inteligentes e tablets, dispositivos médicos, sistemas de domótica, entre outros.

Sendo uma área em grande expansão e evolução, durante o curso, os alunos são preparados para não só para desenvolver projetos que envolve o software e hardware, desde a fase de projeto até à fase de implementação, mas também para as responsabilidades éticas e profissionais, com objetivo de se tornarem profissionais autónomos e líderes de equipas.