Pedro Calado sublinhou que GR já investiu mais de 60 milhões nos últimos anos na Ponta do Sol

O vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, marcou presença quinta-feira na vila da Ponta do Sol, onde apresentou uma intervenção que o Executivo pretende realizar naquela localidade, no sentido de reforçar a segurança da população que frequenta a praia, bem como para protecção dos equipamentos, infraestruturas de apoio e restauração ali instalados.

A intervenção, de acordo com Pedro Calado, será acompanhada por uma equipa de mergulho e consistirá no reperfilamento do enrocamento de protecção da vila da Ponta do Sol, com a dragagem de pedras e reforço com antiferes de 20 toneladas dragados no local.

De acordo com Pedro Calado, os trabalhos deverão começar dentro de dias e irão decorrer ao longo de uma semana, permitindo reparar a área de talude danificada e reforçar, desta forma, a segurança de toda a frente mar da vila da Ponta Sol.

O objectivo, tal como afirmou o governante, “é realizar a obra num curto espaço de tempo e apenas por via marítima, em benefício da população e dos utilizadores daquela praia”.

Pedro Calado relembrou que “este é mais um investimento do Governo Regional que, a exemplo de outros que foram realizados e que estão previstos naquele concelho, demonstram que não são necessários contratos-programa para que os pontassolenses e aquele que visitam este concelho possam beneficiar da acção do Governo Regional, que tem cumprido e vai continuar a cumprir as suas obrigações e competências”.

O importante, destacou o governante, “é que cada um e cada entidade desenvolva a sua acção de acordo com as suas competências, desenvolvendo o trabalho para o qual foram eleitos. O Governo Regional vai continuar, como até aqui, a seguir uma política efectiva de coesão territorial, que promove o desenvolvimento de todos os concelhos e da Região, independentemente das cores partidárias reinantes em cada um dos municípios”.

Como prova disso, e no caso em concreto da Ponta do Sol, Pedro Calado diz que “além do investimento que agora será concretizado, o Governo Regional, através da APRAM, procedeu, igualmente, à recuperação do cais da Ponta do Sol, um investimento superior a 700 mil euros”.

O Governo Regional da Madeira, disse ainda, “concretizou também e está a concretizar um conjunto de intervenções, de que é exemplo os investimentos da Empresa de Electricidade, que ascendem a três milhões de euros nos últimos três anos, permitindo a melhoria da rede, onde se destaca a subestação do Lombo do Meio, com um investimento global a rondar os dois milhões de euros, com melhoria na iluminação pública e no abastecimento à população de todo o concelho”.

Se a todos estes investimentos juntarmos aqueles que foram executados e previstos no âmbito do Plano e Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento (PIDDAR) nos últimos seis anos, Pedro Calado assegura que, “rapidamente, verificamos a aposta que o Governo Regional tem feito neste concelho, como tem feito noutros”.

Neste caso em particular, Pedro Calado lembra que, “nos últimos seis anos, já foram executados ou estão em execução mais de 60 milhões de euros, claramente demonstrados no terreno com infraestruturas de extrema importância para a Ponta do Sol, de que é exemplo a regularização do troço terminal da Madalena do Mar, mas também diversos outros apoios às famílias e ao tecido empresarial de todas as freguesias do concelho”.

A estes, lembra ainda Pedro Calado, “poderemos juntar, também ao nível do PIDDAR, nos últimos seis anos, outros cerca de dois mil milhões de euros de investimentos em projectos intermunicipais e de âmbito regional, os quais trouxeram também benefícios para toda a Região, sendo que a Ponta do Sol não é, nem podia ser, excepção”.