Militares preparam estrutura de acolhimento Covid-19 no RG3

De acordo com uma informação do Comando da Zona Militar da Madeira, um Centro de Acolhimento COVID -19 está a ser preparado no Regimento de Guarnição Nº3 (RG3), à semelhança de outros instalados ou em fase de instalação em infraestruturas militares no resto do país. As Forças Armadas estão a disponibilizar ao Serviço Nacional de Saúde ou serviços equivalentes nas Regiões Autónomas vários Centros de Acolhimento, instalados em estruturas militares, aliviando os hospitais para o tratamento dos casos de infecção por Covid-19 que não requeiram internamento.

Esta medida destina-se a responder à eventual necessidade de isolamento social de doentes infectados por COVID-19 sem critérios de internamento ou casos especiais com indicação para quarentena.

As ditas estruturas obedecem a um conjunto de requisitos de admissão nas instalações, que também serão adoptados na Região, preenchendo os critérios designados pelas autoridades de saúde. Uma vez admitidos, os indivíduos deverão obedecer a diversas restrições, pois não estão autorizadas visitas nem deslocações para o exterior que ultrapassem um perímetro de segurança previamente definido.

O Centro de Acolhimento no RG3 é composto por uma caserna com a capacidade de 42 camas, onde estão garantidos, pelas Forças Armadas, os serviços de alimentação, higiene, lavandaria e limpeza.

Embora, por definição, os doentes internados nos centros de acolhimento não precisem de cuidados hospitalares, todo o apoio da área da saúde é responsabilidade do SESARAM, entidade que também deve providenciar a disponibilização do Equipamento de Protecção Individual para a operação e funcionamento do Centro.

O Centro de Acolhimento será activado através de pedido das autoridades de saúde regionais ao Comando Operacional da Madeira, que despoletará o processo. O Estado-Maior General das Forças Armadas disponibilizou, para apoio a este Centro de Acolhimento, uma bolsa de voluntários, que pode ser accionada em caso de necessidade.

Para a operação e funcionamento do Centro de Acolhimento COVID-19 do RG3, estimam-se as seguintes necessidades de Equipamento de Protecção IndividuaI para os serviços de alimentação, lavandaria e limpeza, calculadas para 42 camas durante 1 mês:

 

Equipamento Quantidades
Máscaras FFP2 720 un
Máscara Cirúrgica com atilho 720 un
Óculos de protecção com protecção lateral 15 un
Batas impermeáveis de protecção individual com atilho 720 un
Luvas de latex, não esterilizadas, tamanho M 6 caixas         (100un/caixa)
Luvas de latex, não esterilizadas, tamanho L 3 caixas (100un/caixa)
Luvas de nitrilo de cano alto 200 pares
Sobre sapato 360 pares
Toucas 720 un

 

No caso de ser necessário fornecer EPI ao pessoal de saúde, estima-se para 42 camas durante 1 mês, as seguintes necessidades:

 

Equipamento Quantidades
Máscaras FFP2 300 un
Máscara Cirúrgica com atilho 300 un
Óculos de proteção com proteção lateral 10 un
Batas impermeáveis de proteção individual com atilho 300 un
Luvas de latex, não esterilizadas, tamanho M 60 caixas (100un/caixa)
Luvas de latex, não esterilizadas, tamanho L 30 caixas (100un/caixa)
Luvas de nitrilo de cano alto 200 pares
Sobre sapato 300 pares
Toucas 300 un