Rui Barreto em Encontro de Investidores da Diáspora em Viseu

Foto:Gregório Cunha

O secretário regional da Economia, Rui Barreto, participa, entre os dias 12 e 14 de Dezembro, no IV Encontro de Investidores da Diáspora, em Viseu. A iniciativa é promovida pelo Secretário de Estado das Comunidades. Rui Barreto fará uma intervenção na sessão de apresentação “As Regiões Autónomas e a Diáspora”, pelas 14h30 do dia 13, no pavilhão multiusos de Viseu, onde decorrerão os trabalhos ao longo dos três dias.

Na sessão de abertura, a cargo do ex-secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, está marcada para amanhã às 09h30, estará também presente o Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva e a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

Para Rui Barreto este encontro “é fundamental para a Região estabelecer ligações com os investidores da Diáspora. O Governo Regional quer apostar no apoio às comunidades madeirenses espalhadas pelo mundo, através da Invest Madeira, em parceria as associações empresariais e com o CINM, utilizando a rede do AICEP como porta de entrada para quem quer investir. Queremos, acima de tudo, facilitar a vida dos empresários da Diáspora, abrindo corredores de negócios e desburocratizando. A nossa geografia não pode constituir uma ameaça, mas sim uma oportunidade para o desenvolvimento da Madeira e para o seu reposicionamento no mundo”.

O governante faz-se acompanhar pela directora da estrutura de missão Invest Madeira, Filipa Ferreira, num evento que será marcado por várias sessões de apresentação, sobre temas como: o empreendedorismo, o apoio à internacionalização, o sector agroalimentar, bem como um debate sob o mote “A operacionalização das políticas e o esclarecimento de questões práticas”. Nas várias sessões está prevista a participação de ministros, secretários de Estado e dos responsáveis dos governos regionais da Madeira e dos Açores.

Em Julho deste ano, decorreu na Madeira, o II Encontro Intercalar de Investidores da Diáspora, um evento que contou com cerca de 300 participantes e reuniu empresários de países como África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil, Luxemburgo, Macau, Reino Unido, Venezuela e Canadá.