Viale Moutinho lançou “Romanceiro da Terra Morta”; presidente da CMF abre evento literário “Oceanos”

O edil funchalense, Miguel Silva Gouveia, esteve hoje no Teatro Municipal Baltazar Dias, para a cerimónia de abertura de “Oceanos”, um evento literário integrado nas comemorações oficiais do centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen, organizado pela CMF, com a produção cultural e executiva da Editorial Novembro. O acontecimento decorre até ao próximo dia 31 de Outubro, incluindo lançamento de livros, conferências, espectáculos e actividades em escolas, contando com diversos convidados nacionais.

Miguel Silva Gouveia realçou naquela oportunidade que “o Funchal não poderia ficar alheio a uma data com o peso e o simbolismo de celebrar o nascimento de uma das maiores poetisas que Portugal viu nascer, sendo este um evento que vem marcar e complementar o carácter do Funchal enquanto cidade literária.”

“São três dias para celebrar a escrita, a literatura, a cultura, e a vida e obra de Sophia de Mello Breyner Andresen, numa cidade que tem ainda eventos de referência como a Feira do Livro e o Festival Literário da Madeira, celebrando continuamente as nossas raízes culturais e abrindo portas a escritores regionais, nacionais e internacionais. É isso que continuaremos a promover”, prometeu.

O presidente da Câmara do Funchal disse que o título “Oceanos” surgiu como “uma forma de homenagear a relação que Sophia de Mello Breyner tinha com o oceano, com o mar, uma relação quase umbilical, que é partilhada pela cidade do Funchal, pois a nossa cidade nasceu e cresceu no mar e espero que todos possamos, durante estes dias, crescer culturalmente com as sementes que ela nos deixou.”

A sessão de abertura ficou também marcada pelo lançamento da mais recente obra do madeirense José Viale Moutinho, intitulada ‘Romanceiro da Terra Morta’, que contou com apresentação de Leonor Martins Coelho.