JPP quer combater a corrupção, disse Lina Pereira

O JPP marcou presença hoje junto à Praça do Povo, para abordar a temática da corrupção e considerar Portugal um dos países mais corruptos da Europa. Lina Pereira, candidata do JPP à Assembleia da República pelo círculo da Madeira, afirmou que a corrupção “custa em média cerca de 11 mil milhões ao erário público, sendo este um valor muito aproximado ao existente para o sector da Saúde em Portugal. Esta situação é inadmissível e uma enorme falta de respeito com a população que elege os seus representantes com a convicção que serão defendidos os interesses do colectivo e não os interesses de uma pequena minoria.”

A candidata defende que a Assembleia da República tem de dar início a um diálogo concertado entre todos os partidos, visando a promoção da revisão do Código Penal e a penalização dos infractores, bem como a condenação de situações que conduzam a gastos públicos que lesem o Estado. ‘’A corrupção, infelizmente, tem vindo a crescer devido aos constantes quadros de impunidade, as pessoas não são responsabilizadas pelos actos que praticam e isso faz com que a corrupção acabe por ser um poço sem fundo que descredibiliza a classe política.”

O JPP declara querer mudar este panorama e devolver a credibilidade a uma classe política fragilizada pelos escândalos de corrupção. “É por sermos um projecto novo, com apenas quatro anos de existência, que temos de dar início a esta mudança. Temos pessoas de coragem, com provas dadas de trabalho sério, honesto e transparente. A população precisa, neste momento, de ver em curso uma revisão do Código Penal”, postulou.