Máquinas da Tecnovia já estão no quarteirão da Alfândega

Tecnovia novas imagens
As máquinas já estão no terreno. Fotos Rui Marote

tecnovia obra alfandega

Com Rui Marote

Foi hoje que as máquinas da empresa Tecnovia entraram no espaço onde será construído um empreendimento hoteleiro, no quarteirão da Alfândega, como o FN já tem dado conta em anteriores reportagems. Hoje mesmo, a objetiva do repórter Rui Marote captou o começo dos trabalhos, envolvendo a avaliação do subsolo e outros procedimentos técnicos que constituem a fase prévia da construção propriamemte dita.

Recorde-se que, recentemente, o Funchal Notícias registava o encerramento do Café del Mar, na esquina da Rua da Alfândega, dando assim início ao processo do empreendimento previsto para aquela área, uma unidade hoteleira de cidade, com 222 camas e aprovado em plenário de Governo em desembro de 2018.

O investimento, do empresário Anacleto Teixeira, será desenvolvido pela EMERALDTOWN – Empreendimentos Imobiliários, abrangendo a Rua dos Murças, a Rua da Alfândega e a Rua Dr. António José de Almeida, apontando-se o envolvimento na ordem dos 20 milhões de euros.

Em dezembro de 2018, o FN noticiava que “a unidade hoteleira, ao prever 222 camas, ultrapassa o limite de 160 camas para empreendimentos turísticos a levar a efeito em espaços urbanos, previsto njo POT, o Plano de Ordenamento do território”. Mas, neste caso, o Governo decidiu “lançar mão da prerrogativa que permite majorar, excecionalmente esse limite de 60% quando se trate de empreendimentos turísticos que, pelas suas caraterísticas funcionais, oferta complementar de equipamentos, disponibilização de espaços verdes envolventes e integração no local, constituam empreendimentos que qualifiquem e diversifiquem a ofertta turística”.