Historiador madeirense José Eduardo Franco dá hoje conferência e é homenageado em Coimbra

O historiador madeirense José Eduardo Franco continua a dar cartas no universo da História e das edições que são dedicadas ao seu estudo, estabelecendo, ainda por cima, uma útil parceria com um dos mais lídimos representantes da área das ciências exactas em Portugal, o físico Carlos Fiolhais, numa colaboração que se revela a todos os títulos útil para a divulgação do conhecimento.
Hoje, dia 4, pelas 18 horas, no Rómulo/Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra, decorre a conferência “Cultura como Expulsão: A Expulsão Pombalina dos Jesuítas na História das Expulsões Portuguesas”, apresentada pelo académico José Eduardo Franco (CIDH – Universidade Aberta/CLEPUL da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa).
A sessão decorrerá no âmbito do programa 10 Anos | 10 Figuras, oferecido por ocasião do 10.º Aniversário do RÓMULO, é destinada ao público em geral e contará com moderação do físico Carlos Fiolhais (director deste centro de investigação), que apresentará igualmente o convidado homenageado. No final da prelecção do orador, haverá diálogo com o historiador.
José Eduardo Franco (nascido em Machico, Madeira, em 1969), professor da Universidade Aberta e titular da cátedra Infante D. Henrique para os Estudos Insulares Atlânticos e a Globalização, é historiador, ensaísta e poeta especializado em História da Cultura. É doutorado pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris em História e Civilização e doutorado em Cultura pela Universidade de Aveiro. Tem desenvolvido trabalhos originais de investigação nos domínios da mitologia portuguesa e das grandes polémicas históricas que marcaram a vida cultural, política e religiosa do nosso país, sendo autor de vasta obra neste domínio. Para além de ser articulista assíduo da imprensa, tem várias dezenas de artigos publicados nas áreas da História, da Mitocrítica, da Hermenêutica da Cultura, da Filosofia, da Ciência das Religiões, das Ciências da Educação e da História da Mulher. Foi membro da comissão coordenadora do projecto da edição crítica da Obra Completa do Padre Manuel Antunes, SJ, em processo de publicação pela Fundação Calouste Gulbenkian; coordenou a edição no Círculo de Leitores da Obra Completa do Padre António Vieira e coordena actualmente na mesma editora as Obras Pioneiras da Cultura Portuguesa e o projecto de edição crítica da Obra Completa do Marquês de Pombal. Integra o CLEPUL – Centro de Literaturas de Expressão Portuguesa das Universidades de Lisboa. Tem vasta obra publicada em várias editoras