NÓS CIDADÃOS avisa eleitores para perigo dos extremismos

Mercado de Setúbal_3_22maioPaulo Morais, cabeça de lista do NÓS, CIDADÃOS!, começou o dia de campanha em Setúbal, no mercado do Livramento. Sempre acompanhado pelo eurodeputado José Inácio Faria, número dois da lista, Paulo Morais repetiu insistentemente a importância destas eleições e por que é preciso os cidadãos estarem bem representados no Parlamento Europeu.

A tarde foi passada na margem Sul, em Almada e no Montijo, em encontros de rua com cidadãos, privilegiando, como tem sido o timbre da candidatura ao longo da campanha, o contato direto com os eleitores.

Com uma candidatura posicionada ao centro do espectro político e contra os partidos do sistema (os que têm assento parlamentar), Paulo Morais voltou a dirigir as suas críticas à classe política, classificando a atual democracia como doente. “A maioria dos políticos dedicam o seu tempo a conseguir negócios para as empresas que lhes financiam as carreiras, ou para obter empregos para os seus protegidos”, disse.

Segundo Paulo Morais, os cidadãos estão fartos e querem uma alternativa que tire o país da cauda da Europa, onde já se encontrava quando eram 12 países, e onde se mantém nesta União Europeia de muito maior dimensão, com 28 países. “Os eleitores devem procurar alternativa, mas não podem cair nos cantos de sereia dos extremismos, de esquerda ou direita”.