Albuquerque garante apoios diretos às famílias

Albuquerque mobilidade
Albuquerque confirma o que o Governo já tinha anunciado ao JM, a redução de 40% nas creches.

Miguel Albuquerque lembrou hoje, uma vez mais, o crescimento da economia da Madeira, agora já há 63 meses, “com repercussões no tecido comercial”, bem como a “descida do desemprego”, sublinhando que a Região tem as contas equilibradas e ainda “realizar apoios diretos às famílias”. Foi no âmbito da entrega de fundos do IDE.

E foi no âmbito deste apoio direto que o presidente do Governo trouxe à discussão a devolução de rendimentos às famílias, referindo que, neste quadro económico social “temos que introduzir fatores de correção relativamente aos rendimentos médios, que devem ser ajudados”, apontando “a redução do IRS para as famílias”, mas também “continuar o desagravamento fiscal às empresas”. Falou nos transportes interurbanos, com o Governo a decidir passe social único de 30 euros para o Funchal e 40 euros fora do Funchal. E as creches, com uma redução de 40%, nos quatro escalões, nas instituições públicas, privadas e nas IPSS, uma  informação o Governo já tinha feito publicar no JM, anunciando, por esse meio, aos madeirenses, uma decisão no âmbito do Orçamento Regional para 2019.

A este propósito, Albuquerque diz que é importante “garantir a liberdade de escolha do ensino, que garante a liberdade democrática”.