Ponto crítico do furacão já passou mas prevenção mantém-se até final da tarde, “Leslie” deve atingir hoje o território continental

leslie

Albuquerque Proteção Civil A
O presidente do Governo esteve, esta manhã de sábado, na Proteção Civil.

O último balanço da Proteção Civil aponta para que o ponto crítico do furacão “Leslie” já tenha passado, acabando por não se confirmar a intensidade que, a dado momento, chegou a ser apontada. A incerteza relativamente à trajetória, referida nas informações do IPMA, foi a razão principal que esteve na origem destas constantes oscilações.

Com o furacão mais longe e sem ocorrências de maior, a Região “escapa”, assim, a uma tempestade tropical que, a confirmar-se nas priores probabilidade, traria consequências para a Região. Os meios, no entanto, mantêm-se em vigilância, sendo que no final da tarde será feita nova avaliação relativamente ao estado do tempo para a noite e este domingo.

O presidente do Governo Regional, que esteve presente esta manhã num briefing na Proteção Civil, disse, em declarações à SIC, que os meios estão operacionais e que as pessoas devem manter um comportamento básico de prevenção, evitando as zonas montanhoas e costeiras, além de limitarem a circulação ao mínimo indispensável.

Depois desta abordagem, o instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê vento médio até 40 a 60 km/h com rajadas de vento máximas que não deverão ultrapassar os 90/110 km/h, havendo, contudo, “probabilidade entre 30 e 40% de ocorrência de ventos médios com força de tempestade tropical (entre 63 e 118 km/h) para as ilhas da Madeira e Porto Santo. As ondas deverão atingir 5 a 6 metros, com altura máxima de 10 metros, no período entre as 13 e 19h locais de sábado. Prevê-se também precipitação por vezes forte entre as 7 e 16h locais de sábado. Deverá verificar-se um desagravamento do vento e da precipitação a partir do meio da tarde mas a agitação marítima ainda registará 4 a 5 metros até ao início da manhã de domingo

Relativamente ao “Leslie”, as últimas previsões apresentam uma probabilidade muito elevada do furacão LESLIE atingir a costa ocidental de Portugal continental como depressão pós-tropical, sendo que a probabilidade de se registarem ventos de força furacão (>118 km/h) é de 5 a 20% entre o Cabo Mondego e o Cabo de Sines. Neste momento o cenário mais expectável é de que o LESLIE entre em terra pelo distrito de Lisboa por volta das 00:00 TUC (01:00 locais) de dia 14 (domingo).

Assim, o LESLIE deverá começar a afetar o território do Continente a partir das 19/22h locais de hoje (sábado). As previsões indicam a ocorrência de vento médio de 40 a 65 km/h com rajadas de vento máximas até 120 km/h entre as 19h de sábado e as 07h locais de domingo, em especial na costa ocidental e nas terras altas, havendo uma probabilidade superior a 80% de ocorrência de ventos médios com força de tempestade tropical (entre 63 e 118 km/h) no litoral entre o Cabo Mondego e o Cabo de Sines.