Regulamento da bolsa para estudantes universitários do Funchal tem “grandes falhas”, acusa a vereadora do PSD Joana Silva

CMF PSD
Joana Silva

Numa nota enviada à comunicação social, o PSD revela ter detetado “grandes falhas” no regulamento municipal da bolsa destinada estudantes universitários, aprovado hoje em reunião de Cãmara do Funchal. “Nenhuma das preocupações manifestadas pelos munícipes foram atendidas por este executivo camarário”, apesar deste regulamento “ter sido bastante participado” durante a discussão pública, lamentou a social democrata Joana Silva.

A vereadora questiona, assim, o presidente de Câmara sobre as incoerências verificadas no regulamento de atribuição das bolsas aos estudantes universitários. “Porque é que este é o único regulamento a nível do Ensino que tem por base o rendimento das famílias, quando isso não acontece com nenhum outro regulamento aqui na Câmara Municipal?”, perguntou.

Mas as questões de Joana Silva, que pretende juntar a voz do PSD à dos munícipes que não foram atendidos, continuam. “Porque é que só apoiam três anos de licenciatura quando nós sabemos à partida que existem vários cursos com uma duração superior como é por exemplo o caso da Enfermagem?”

A vereadora verificou existirem ainda outras duas falhas no regulamento. Por um lado, a redução no apoio dado pela Autarquia a alunos que recebem a bolsa do ensino superior do Governo Regional, quando isso não acontece, por exemplo, com a bolsa da Direção Geral do Ensino Superior. E por outro, a exclusão de alunos de cursos técnicos e profissionais no acesso a esta bolsa.