Restauração na praia algarvia refrescada por novo design e a boa qualidade dos mariscos

Há duas décadas, a Praia da Rocha, “invadida” pelo turismo de massas, com os prédios a crescerem pelas falésias, o mau gosto tomou conta de alguns imóveis e lojas de comerciantes. Mesmo a restauração típica na praia primava por improvisados espaços, com coberturas de lona grosseiras e uma imagem que não abonava nada em termos do bom gosto.

De há cinco anos para cá, a costa algarvia sofreu mudanças significativas e também a Madeira, com um turismo em menor dimensão, bem poderá seguir alguns exemplos de bom gosto ao nível do design da restauração que tantos comentários favoráveis têm sido feitos pelos turistas.

Mas não só o formato mudou para melhor. A qualidade das refeições não só melhorou como é cada vez mais diversificada. Também é inquestionável os elevados preços das ementas, uma vez que os seus proprietários procuram rentabilizar ao máximo esta oferta comercial no período estival. Por menos de 10 euros, ninguém come marisco de qualidade na Paria da Rocha ou noutra estância balnear algarvia.

De barracas improvisadas na Praia da Rocha para servir refeições sobretudo de bom marisco, os restaurantes foram concessionados pela autarquia, todos com o mesmo design, inquestionavelmente asseados e mais atraentes aos olhos dos milhares de turistas que procuram a praia.

Os sanitários de apoio à restauração e ao público em geral, com limpeza permanente.

Além dos extensos passadiços de madeira, é ainda de salientar o bom gosto na disposição das mesas e respetiva decoração de interiores, sendo ainda que estes espaços são serviços por amplos espaços balneares abertos ao público.

https://www.facebook.com/funchalnoticias/videos/2134191863535293/