SESARAM acompanha mais de cem doentes com Esclerose Múltipla

SESARAM esclerose múltipla
No SESARAM, estes doentes são acompanhados pelo médico neurologista, Amando Morganho, e pela enfermeira da Consulta Externa, Patrícia Rodrigues.

O Dia Mundial da Esclerose Múltipla foi assinalado ontem, 30 de maio, na Contulta Externa do SESARAM, onde vários profissionais se associaram à  campanha “Alerta Laranja – Juntos Vencemos a Esclerose Múltipla”, criada pela Sociedade Portuguesa da Esclerose Múltipla (SPEM). O Serviço de Saúde da Região acompanha mais de 100 doentes, através do Serviço de Neurologia, na Consulta Externa, localizada no Núcleo de Apoio ao Hospital Dr. Nélio Mendonça

Esta data, refere uma nota enviada à comunicação social, “pretende despertar e alertar a população para a importância de apoiar e melhorar a qualidade de vida das pessoas que sofrem com esta doença, que já atinge cerca de oito mil casos em Portugal e mais de dois milhões no mundo”.

A Esclerose Múltipla é uma doença inflamatória, caracterizada pela desmielinização e neurodegeneração no Sistema Nervoso Central. É diagnosticada a partir de uma combinação de sintomas e da evolução que a doença apresenta na pessoa afetada, com recurso a exames clínicos/exames complementares de diagnóstico (Ressonância Magnética Nuclear, Estudo de Potenciais Evocados e Punção Lombar).

No SESARAM, “estão diagnosticados cerca de 106 doentes com Esclerose Múltipla, uma doença predominante nos adultos, com idades entre os 20 e os 40 anos, e que afeta maioritariamente pessoas do género feminino. A terapêutica utilizada para o tratamento desta doença tem como principal objetivo controlar a atividade da doença no sentido de atrasar a progressão da incapacidade dos doentes, a prevenção dos surtos e controlo dos sintomas”.