MPT critica a forma como os combustíveis “esfolam” os portugueses

O MPT-Madeira veio novamente, num comunicado de imprensa, alertar para o “embuste que tem sido e vai
continuar a ser, o Governo do PS com o apoio incondicional do PCP/PEV e BE, que ao longo deste mandato tem retirado sistematicamente poder de compra aos Portugueses. Lembramos que a carga fiscal exercida a cada cidadão
contribuinte nunca foi tão elevada e agressiva como agora”, diz o partido.

O Partido da Terra não consegue perceber como é que os preços dos combustíveis em Portugal estão a ser praticados com valor tão elevado. Todas as semanas aumentam e aumentam, parecendo não ter fim esta escalada
de assalto aos impostos, criticam.

Para o MPT-Madeira Portugal estará irremediavelmente no caminho do insucesso, porque com este modelo de cobrança de impostos, nunca poderemos ser competitivos, reflectindo-se nas exportações que caíram abruptamente jáno final do ano anterior, continuando a acentuar-se esta quebra em todo o ano 2018.

Nenhuma empresa portuguesa consegue competir com esta enorme carga fiscal, quer pela via directa, quer pela via indirecta. O Partido da Terra lembra que na vizinha Espanha os combustíveis são brutalmente mais baratos, assim como o gás que é sensivelmente metade do preço, fazendo com que milhares de portugueses comprem quase tudo na vizinha Espanha.

“Pela primeira vez o MPT-Madeira pode dizer com toda a segurança que oGoverno do PS/Geringonça conseguiram incentivar os Portugueses a fazer turismo em Espanha, obrigando-os a ir às compras no outro lado da fronteira. Parabéns ao Turismo de Portugal por ajudar Espanha a crescer com o dinheiro dos Portugueses”, ironiza o partido.

“Também estamos formalmente espantados pela forma de apoio do PCP/PEV e BE em ajudar os Portugueses a Esvaziar os Bolsos com tantos impostos. Nunca percebemos como é que tiveram e continuam a ter a grande “lata” de vir a público dizer que através deles tinham sido repostos salários e aumentos de pensões? Afinal os defensores dos trabalhadores e do povo, também têm ajudado a “esfolar” os Contribuintes Portugueses, apoiando o Governo PS neste devaneio incontrolável e sedento pelo dinheiro dos Portugueses e das empresas de Portugal”.

O MPT-Madeira afirma que a carga fiscal aplicada sobre cada contribuinte Português está na ordem dos 38%.