PS-M diz-se “mobilizado para as Regionais de 2019”

João Pedro Vieira
João Pedro Vieira, secretário-geral do PS-M diz que o partido está mobilizado para as Eleições Regionais de 2019.

Foi um PS-Madeira “unido” aquele que saíu, este fim de semana, das eleições para as secções e concelhias. Foi essa, pelo menos, a tónica dada pelo secretário-geral do partido, na Região, que definiu um grande objetivo desta mobilização socialista: “Vencer as Eleições Regionais de 2019, sempre em articulação com as nossas estruturas locais, mas também tendo em atenção aquela que é a realidade nacional do PS».

Estas eleições das estruturas locais vieram dar alento ao PS-M, segundo João Pedro Vieira, que fez um balanço em conferência de imprensa. Este momento de voto decorreu simultaneamente com as eleições para o secretário-geral a nível nacional, para o Departamento Nacional de Mulheres Socialistas e para os delegados ao próximo congresso nacional, que decorrerá entre os dias 25 e 27 deste mês, na Batalha.

Além das eleições regionais de 2019, o secretário-geral do PS-M deu conta que deste momento resultam dois outros “apontamentos fundamentais”. O primeiro, que corresponde a “uma prova de que os militantes do PS estão mobilizados para a vida interna do partido” e que tem a ver com o facto de «pela primeira vez, as eleições decorreram em simultâneo para os 11 concelhos da Região, reativámos algumas das secções mais importantes do histórico do PS que se encontravam inativas e tivemos também oportunidade de eleger 87 delegados ao Congresso Nacional, um número que, praticamente, duplica aquele que vem sendo o historial do PS a nível de congresso nacional e que é mais uma prova da dinâmica interna do partido neste momento», afirmou João Pedro Vieira.

Em segundo lugar, apontou uma prova de união. «Nós tivemos em todas as secções concelhias listas únicas que foram a votos, o que, ainda assim, não desmobilizou os militantes”.

 

Uma nota do partido refere que que “ontem foram eleitas cinco concelhias do PS-M e que hoje foram eleitas as restantes seis. A estas eleições concorreram listas únicas em todos os concelhos da Região. Assim, hoje, Susana Silva é eleita presidente da concelhia da Calheta, Sidónio Silva presidente da concelhia de Câmara de Lobos, Roberto Calaça presidente da concelhia de Machico, Teresa Leão presidente da concelhia do Porto Santo, Márcia Mendonça presidente da concelhia do Porto Moniz e Sara Silva presidente da concelhia de São Vicente. São também hoje eleitos secretários coordenadores de secções João Luís Silva (Calheta), Lino Abreu (Câmara de Lobos), Sérgio Diogo (Estreito de Câmara de Lobos), José Pereira Pinto (Jardim da Serra), Alberto Olim (Machico) e Ivo Santos Velosa (Caniçal)”.