Regata Canárias-Madeira de 4 a 8 de setembro apresentada na Nauticampo

Foto DR

A “XX Regata Internacional Canárias-Madeira” foi apresentada ontem, sexta-feira, dia 6 de abril, no stand do CNF/Marina do Funchal na Nauticampo (FIL).

A 20.ª edição da Maior Regata de Cruzeiros realizada entre Espanha e Portugal, cumpre-se de 4 a 8 de setembro de 2018, com largada no arquipélago espanhol.

O Evento contou com a presença da Presidente do Clube Naval do Funchal – Mafalda Freitas e do Comodoro do Clube Naval do Funchal – Martim Cardoso, que fez a apresentação do evento, e de vários convidados de diversos sectores – clubes náuticos, associações desportivas e comunicação social.

A ação contou com uma degustação de Produtos Regionais da Madeira e um Madeira de Honra.

A “XX Regata Internacional Canárias-Madeira” é organizada pelo Clube Naval do Funchal e o Real Club Náutico de La Palma, um evento que no total das 19 edições realizadas, conta no seu histórico com mais de 6350 velejadores e 583 embarcações participantes.

Na edição anterior, realizada em 2016, competiram 49 embarcações (39 espanholas, 9 portuguesas e 1 inglesa).

Este ano, a largada oficial está agendada para o dia 4 de setembro, pelas 12h00 de La Palma rumando à cidade do Funchal.

A competição destina-se às classes ORC (ORC 0, ORC 1, ORC 2 e ORC 3) e OPEN (OPEN 1, OPEN 2, OPEN 3).

A embarcação que cruzar em primeiro lugar a linha de chegada do Funchal, em tempo real, recebe o Troféu “Dr. Alivar Jones Cardoso” em homenagem a um dos principais impulsionadores desta regata e antigo Presidente do Clube Naval do Funchal.

Durante a Apresentação do Evento, a Presidente do Clube Naval do Funchal – Mafalda Freitas apresentou também o Projeto NAUTICOM: “Este é um projeto interrail no âmbito da Macaronésia (Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde), que tem como foco a promoção das Marinas.

Um dos principais objetivos com este projeto é levar os jovens para o mar, nesse sentido, desenvolvemos uma atividade – “À Descoberta do Mar da Madeira” direcionada para os alunos do 5º e 6º ano.

Esta iniciativa consiste numa experiência de mar, que começa na escola com uma parte teórica, depois um briefing de segurança dado pela Marinha Portuguesa, uma saída de catamaran para observação da vinha marinha, em especial de cetáceos (bastante abundantes no arquipélago madeirense) e termina com uma experiência náutica no Clube Naval do Funchal”.