Precariedade laboral na Juventude preocupa PCP

Foto DR

Hoje o PCP esteve no Caniço, em contacto com as populações, no âmbito da campanha “Valorizar os trabalhadores, mais força ao PCP”, para falar mais concretamente sobre a precariedade laboral na Juventude.

Segundo o partido, a Juventude é vítima de grande precariedade laboral, como os recibos verdes, contratos renováveis de semana a semana, muitas das vezes a juventude é convocada para trabalhar por uma SMS com apenas 24h de antecedência.

Estudos recentes demonstraram, que embora existam precários do Estado, a grande parte dos precários, mais concretamente 80% é no sector privado, sendo que desses 80%, mais 50% são jovens.

“Esta ofensiva aos direitos laborais da Juventude tem de acabar, a juventude quer se emancipar, ter casa, ter filhos, ter condições para uma vida condigna. Mas para isso é necessário que a juventude tenha melhores condições laborais, é necessário acabar com os recibos verdes e que a cada contrato corresponda a um vinculo laboral efetivo”, revela o partido em comunicado.