Cadeira de dentista à espera no Porto Moniz enquanto Câmara e Governo não se entendem nos termos de cedência ou doação

porto moniz
A Câmara do Porto Moniz comprou uma cadeira de dentista mas não há entendimento, com o Governo, relativamente aos termos legais de cedência ou doação.

A Assembleia Municipal do Porto Moniz aprovou um voto de protesto pelo não funcionamento da cadeira de dentista adquirida pela autarquia de Emanuel Câmara para serviço à população no centro de saúde local. O Governo Regional repudia o voto, diz haver “falta de seriedade” e explica, em esclarecimento, que a cadeira “ainda não foi legalmente cedida a esta entidade, por recusa da autarquia em concordar com os termos de cedência ou doação”.

Diz o Executivo Regional que “esta intransigência por parte da autarquia tem impedido que o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, E.P.E coloque em funcionamento a cadeira, tendo decorrido inclusive uma reunião no passado dia 28 de Dezembro de 2017  entre o Secretário Regional da Saúde, Pedro Ramos e o Presidente da Câmara Municipal do Porto Moniz, Emanuel Câmara, para ultrapassar a situação”.

O esclarecimento da secretaria regional da Saúde diz que “com a entrada em funcionamento em Setembro de 2017 de uma consulta de medicina dentária no centro de saúde de São Vicente, os utentes com necessidades mais urgentes têm sido encaminhados para aquela unidade de saúde”.