Susana Prada enalteceu papel da Polícia Florestal na imposição de divisas a 11 novos mestres florestais

A secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais, Susana Prada, entregou hoje as divisas a onze Mestres Florestais, dando conta na sua intervenção da sua “enorme alegria” por estar presente neste “justo reconhecimento” pelo trabalho dos guardas florestais em prol da floresta e da conservação da natureza na Região.

“São vocês, mestres e guardas florestais, que com o vosso conhecimento e experiência, estão na linha da frente na defesa da floresta e salvaguarda da segurança da população”, salientou, dirigindo-se-lhes.

Na oportunidade, enalteceu as acções da Polícia Florestal, desde a patrulha à fiscalização das actividades realizadas nas serras, desde as acções de sensibilização junto às populações, à vigilância a incêndios.

“O reconhecimento do Governo Regional pelo trabalho dos Policias Florestais é efectivo. Não foi por acaso que, em Setembro de 2016, o Corpo de Polícia Florestal foi condecorado com a Medalha de Ouro de Mérito Turístico da Região Autónoma da Madeira, o que demonstra bem a vossa importância para a protecção do nosso maior atractivo turístico, a Natureza”, destacou.

Susana Prada afirmou que desde o seu primeiro dia com a tutela da Polícia Florestal, que se tem empenhado numa maior dignificação da mesma.

“Desde essa altura, já investimos 1,7 milhões de euros em equipamentos imprescindíveis à vossa actividade e na melhoria das condições de trabalho, nomeadamente na recuperação dos postos florestais e das seis torres de vigilância aos incêndios”.

A secretária regional disse ainda que o GR tem tentado valorizar a carreira, tendo feito entrar em vigor no ano transacto o Regulamento do Horário de Trabalho que permitiu que, todos os guardas que se encontrem a trabalhar por turnos, recebam o respectivo suplemento remuneratório, uma aspiração antiga. Foi ainda aberto concurso para dois mestres florestais coordenadores, que já se encontram em funções, e para os 11 novos mestres florestais que hoje receberam as suas divisas.

A aposta na formação, realçou, também se tem consubstanciado, por exemplo, no “Curso de Actualização Técnica e Cívica para Portadores de Armas de Fogo” ministrado pela PSP, que terminou recentemente, e que visou a actualização de conhecimentos face à nova legislação, técnicas e procedimentos, e o “Curso de Socorrismo”, ministrado pela Protecção Civil, que se iniciará este ano.

Susana Prada terminou deixando um agradecimento especial ao Corpo de Polícia Florestal pelo seu contributo.