Teatro comemora 130 anos em 11 dias

Teatro 130 anos
Teatro comemora 130 anos em 11 dias.

O Teatro Municipal Baltazar Dias comemora, no próximo dia 11 de março, o seu 130º aniversário e a Câmara Municipal do Funchal preparou uma agenda que contempla 11 dias de comemorações. Estas foram apresentadas esta manhã pelo Presidente Paulo Cafôfo e vão incidir nas diferentes áreas de programação que o Teatro promove durante cada uma das suas temporadas artísticas, entre conferências, visitas infantojuvenis, concertos, dança, cinema e, claro, espetáculos de teatro.

Paulo Cafôfo enalteceu que “a maior casa de cultura da Madeira está de parabéns, numa das fases mais pujantes da sua existência moderna, e a contagiante vitalidade do Baltazar Dias é mais um grande motivo para celebrar esta data marcante, para a qual convidamos, mais uma vez e como sempre, todos os funchalenses. Ao longo dos últimos anos aumentámos e melhorámos a oferta, mas conseguimos, sobretudo, democratizar o acesso à cultura na nossa cidade e esta é, também por isso, uma festa de todos nós.” Estiveram na apresentação Sandra Nóbrega (Diretora do TMBD), Vanda Jesus (Responsável pela Orquestra Clássica da Madeira), Cristina Vieira (Realizadora do Documentário “Palco dos Afetos”), Luísa Paolinelli (Responsável pelas Conferências do Teatro: Madeira de A a Z) e Virgílio Caldeira (Diretor da DSEAM).

As comemorações terão início logo no próximo dia 1 de março, pelas 18h (entrada gratuita), com a edição mensal das Conferências do Teatro – Madeira de A a Z, iniciativa anual introduzida no ano passado e com resultados dignos de registo. Os oradores deste encontro especial serão, desta vez, Carlos Barradas e Luísa Paolinelli, que irão abordar a história da Casa da Ópera do Funchal e, em seguida, do próprio Baltazar Dias, respetivamente. Pelas 21h, sobe ao palco do Teatro o primeiro espetáculo das comemorações dos 130 anos: trata-se de “A Morte da Audiência”, uma performance de Bruno Humberto sobre a essência da audiência. A partir da dança, teatro-físico, vídeo, som e poesia, serão abordadas as relações, as expectativas, as tensões e os papéis que cada um assume, no decorrer de um espetáculo.

A programação prossegue no dia seguinte, desta feita dedicada ao público de palmo e meio, com duas visitas guiadas no âmbito do Projeto Baltazar Júnior (entrada gratuita), que contarão com a participação especial de um dos parceiros do projeto, a “Associação Gato”. Os concertos para bebés e crianças (agendados para sábado, 3 de março), também com duas sessões, despertarão, por sua vez, a curiosidade dos mais novos para a música, conjugando o mundo mágico das cores e dos sons com excelentes momentos em família. Para finalizar a agenda infantojuvenil, a contadora de histórias Leda Pestana irá realizar uma sessão de contos e uma oficina de escrita criativa no segundo sábado de comemorações, a 10 de março (entrada gratuita).

Os 130 anos do Teatro Municipal também serão marcados indelevelmente pela música. Um dos momentos mais emocionantes será, desta forma, o concerto comemorativo dos 130 anos do Baltazar Dias, no dia 2 de março (21h), e onde será tocada, pela Orquestra Clássica da Madeira, a Zarzuela “Las Dos Princesas”. Recorde-se que foi com esta Zarzuela, da companhia espanhola de José Zamorano, que o Teatro Baltazar Dias foi inaugurado, no dia 11 de março de 1888. Esta será, igualmente, a oportunidade para assistir à estreia mundial de uma obra de Pedro Macedo Camacho, compositor madeirense que trabalha no estrangeiro há vários anos. A Orquestra Clássica da Madeira convida, ainda, para a ocasião o maestro Cesário Costa e os solistas João Terleira, Dora Rodrigues, Eduarda Melo e José Corvelo.

Os destaques musicais continuam nos dias seguintes, primeiro a cargo da cantora portuguesa Márcia (3 de março, 21h), que apresenta no Funchal um concerto num ambiente intimista. No dia 7 de março (21h), segue-se o concerto “Romantic Essencials”, autoria dos Novos Talentos da Orquestra Imperatriz Sissi, que contará com a participação de Horus Duo, Rafael Kyrychenko e Filipe Fernandes, a interpretar obras de Chopin, Mozart e Brahms.

Finalmente, em mais uma homenagem ao Teatro e a todos aqueles que fizeram e fazem dele a sua casa, será exibido o documentário “Palco dos Afetos” (4 de março, 18h, entrada gratuita), um trabalho realizado por Cristina Vieira e Duarte Nuno, e que, durante meses, recolheu depoimentos e histórias de antigos diretores, funcionários, encenadores, atores e diversas personalidades ligadas às artes e à cultura, e que têm uma ligação especial com o Teatro.

As emblemáticas celebrações previstas para este ano terminam com uma tripla sessão de “O ano da Morte de Ricardo Reis” (9, 10 e 11 de março), um espetáculo performativo da Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia, que inclui dança, música e teatro.

Programação Completa do 130º Aniversário do Teatro Municipal Baltazar Dias

Dia 1 de março

18h00 – Abertura oficial das Comemorações do Teatro Municipal Baltazar Dias

Conferência do Teatro: Madeira de A a Z com Carlos Barradas e Luisa Paolinelli

Entrada Gratuita

21h00 – Espetáculo “A Morte da Audiência” – Classificação maiores de 16 anos

Preço: 5€

Dia 2 de março

11h00 e 15h00 – Sessões de Baltazar Júnior