Ventania causa queda de galhos; um deles interrompe trânsito na Avenida Zarco

Foto enviada pelo leitor João Viegas

As condições meteorológicas adversas que têm, desde ontem à noite, assolado a Madeira, com muito vento e, consequentemente, chuva quase horizontal à mistura, causaram danos, como era de esperar, nas árvores que ornamentam as ruas da cidade. Na Avenida Zarco, frente aos correios, as tipuanas não escaparam hoje às súbitas e fortes rajadas de vento que se faziam sentir. A rua teve de ser interrompida, com a acção da PSP e de trabalhadores da Câmara Municipal, devido à queda de galhos. Um deles, como se pode ver na imagem, de dimensões consideráveis, e que, a atingir o pára-brisas de um automóvel ou um qualquer transeunte, causaria certamente graves danos materiais e/ou humanos.

A interrupção da rua causou alguns constrangimentos ao trânsito, como era de esperar, causando filas automóveis, embora a acção se justificasse por motivos de segurança.

Ao longo da manhã de hoje, e já entrando pela tarde, as sirenes dos carros dos bombeiros fizeram-se ouvir pela cidade, acudindo a pequenas ocorrências como esta. Mais vale prevenir que remediar. E pode-se adiantar que, se a CMF não tivesse já efectuado determinadas acções de corte em certas árvores da nossa urbe, o resultado poderia ter sido, eventualmente, pior.