Fernando Curto releva formação dos Sapadores da Madeira

Bombeiros Sapadores formação
Os Bombeiros Sapadores do Funchal estão em formação no Continente. Fernando Curto, diretor da Escola do Regimento de Sapadores de Lisboa, elogia decisão de Cafôfo.

O Presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais, Fernando Curto, que é, igualmente, Diretor da Escola do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, manifestou ontem ao Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, o seu contentamento pelo facto da Autarquia promover, durante o primeiro trimestre deste ano, formação para o seu Corpo de Bombeiros Sapadores, junto do Regimento de Sapadores Bombeiros da capital.

A formação começou esta segunda-feira e é mais uma consequência do protocolo assinado, no último Verão, entre a CMF e a Câmara Municipal de Lisboa, com vista a valorizar a carreira dos bombeiros funchalenses, com uma formação de excelência, capacitando-os com melhores técnicas e com os métodos mais atualizados, mercê do treino com uma das maiores e mais experimentadas corporações do país. Conforme já foi anunciado, a nova Escola de Bombeiros do Funchal também vai incluir formação em Lisboa, mas a CMF aproveitou a parceria em curso para uma valorização curricular mais generalizada, que vai incluir todo o dispositivo atual dos Sapadores funchalenses.

A Autarquia pretendeu, assim, dotar os seus elementos de uma recertificação de competências no âmbito da sua formação de base, algo que já não acontecia há 10 anos. Desta forma, serão ministrados três cursos de duas semanas (70 horas cada um) aos bombeiros subchefes e aos bombeiros de 1ª classe, e cinco cursos com a duração de cinco dias úteis (35 horas) aos restantes bombeiros de 2ª classe e a um bombeiro de 3ª classe.