Susana Prada urge proprietários de terrenos a limparem-nos, prevenindo incêndios

A secretária regional do Ambiente e dos Recursos Naturais, Susana Prada, visitou os trabalhos de limpeza e recuperação que estão a ser desenvolvidos da zona da Corujeira, freguesia do Monte. A iniciativa abrange uma área total de dez hectares e visa não só a limpeza de espécies invasoras mas também a salvaguarda de bens naturais e humanos, refere comunicado da SRA.

Estes trabalhos de limpeza juntam-se a outros que têm vindo a ser promovidos pelo Instituto das Florestas e da Conservação da Natureza (IFCN, IP-RAM), que, nos últimos dois anos, “já garantiu a limpeza de 302 hectares de terrenos nas zonas altas do Funchal com o objectivo de aumentar a segurança da população”.

Adicionalmente, é referido, estão a ser desenvolvidas práticas de silvicultura preventiva para redução da carga combustível e remoção de plantas invasoras em cerca de 300 hectares sob a gestão do Governo Regional, sendo que, no âmbito de um protocolo celebrado com o Exército Português, aproveitando a criação da especialidade de Sapadores, foram já limpos três hectares de floresta nas zonas da Alegria e Choupana.

“O Governo está naturalmente preocupado com a necessidade de controlar as espécies invasoras e reduzir a carga de combustíveis e o risco associado a esse tipo de terrenos”, afirmou Susana Prada, que também realçou o trabalho “notável e dedicado” que tem vindo a ser desenvolvido pelo Instituto das Florestas e da Conservação da Natureza na defesa do património ambiental da Região.

A concluir, Susana Prada alertou para o facto da limpeza da floresta ser encarada como um processo socialmente participativo. “Para ser eficaz, a defesa do ambiente tem de receber a colaboração de todos, incluindo os proprietários das áreas com características de perigosidade, que devem proceder à sua limpeza, dando cumprimento à legislação em vigor.”