Carlos Pereira garante que a República vai reduzir juros da dívida da Madeira e recandidatura ao PS está para breve

carlos pereira
Carlos Pereira garante que constará do Orçamento de Estado para 2018 a redução dos juros da dívida da Madeira.

“Ficará consagrado no OE2018, conforme prometi, a abertura do governo da República para negociar a redução dos juros da dívida da Região com o Estado. Esta dívida de 1500 milhões de euros foi negociada pelo governo regional e o governo do PSD e CDS em Lisboa, estabelecendo uma taxa de juro associada ao risco ( enorme ) da Região. Na altura o governo de Passos e Portas foi intransigente e não mostrou nenhuma solidariedade para reduzir o serviço da dívida e, durante 4 anos e meio, o PSD M esteve cego, surdo e mudo perante esta situação “,

Este anúncio foi feito pelo líder do PS-Madeira, Carlos Pereira, nas suas habitais notas do dia, chamando a si uma solução que tem vindo a ser reclamada pelo Governo Regional e pelos deputados do PSD na Assembleia da República, mas que até ao momento o Governo central não tinha avançado com qualquer indício de que estaria pensado um métodos. O líder do PS-M assuma que resolveu “mais um dossier”.
Nas mesmas notas, mas no que diz respeito à luta eleitoral dentro da estrutura regional do Partido, Carlos Pereira diz que “de dias formalizarei a minha recandidatura com objectivo de manter o partido que lidero na primeira linha da alternativa à governação.
Foram dois anos e meio muito difíceis mas com excelentes resultados. Faço votos que cada um cumpra a sua parte e que aqueles que discordam do caminho empreendido justifiquem cabalmente os resultados históricos e extraordinários da actual liderança. Mas mais, ninguém me peça para ignorar métodos errados, interferências e malabarismos”.