Monitorização feita pela DROTA conclui: “muito bom” para a qualidade do ar na Escola Jaime Moniz

 

Alunos do CEF61 seguem as explicações do especialista da DROTA, Nuno Baptista.

A comunidade escolar da Jaime Moniz teve hoje a oportunidade de ouvir o engº Nuno Baptista, da Direção Regional de Ordenamento de Território e Ambiente, que partilhou os seus conhecimentos sobre o que é feito a nível da Região Autónoma da Madeira no sentido de avaliar a qualidade do ar. Além disso, foi o principal orador da palestra “Qualidade do Ar Ambiente”.

Neste mesma sessão, o referido especialista apresentou os resultados da monitorização da qualidade do ar obtidos a partir da estação móvel que esteve instalada no parque de estacionamento da Escola Secundária Jaime Moniz e comparou com os obtidos na estação fixa de São João. O índice da qualidade do ar foi considerado “muito bom”, que é o valor qualitativo máximo em linguagem de qualidade do ar.

A palestra intitulada de “Qualidade do Ar Ambiente” enquadra-se nos conteúdos programáticos das disciplinas técnicas do Curso Técnico de Gestão de Ambiente, tipo 6 da turma CEF61, orientadas pelos docentes Nivalda Pereira, António Freitas e Conceição Campanário.

A qualidade do ar ambiente é uma componente ambiental determinante, em particular para a saúde pública e para a qualidade de vida dos cidadãos. Os efeitos dos diferentes poluentes atmosféricos na saúde traduzem-se no aparecimento ou agravamento de doenças respiratórias e cardiovasculares, particularmente em populações sensíveis como as crianças, idosos e indivíduos com problemas respiratórios.

Existe legislação que estabelece o regime da avaliação e gestão da qualidade do ar ambiente, atribuindo particular importância ao combate das emissões de poluentes na origem e à aplicação das medidas mais eficazes de redução de emissões, a nível local e nacional, como formas de proteção da saúde humana e do ambiente.