PJ detetou suspeito que despejou dois litros de ácido sobre britânica no Algarve supostamente a mando do ex-namorado que estava na Madeira

Alvor bbb
O homem despejou dois litros de ácido sobre a jovem britânica numa rua do Alvor.

A Polícia Judiciária já localizou o homem que, em maio deste ano, numa rua do Alvor, Algarve, despejou dois litros de ácido sobre uma jovem britânica, de 28 anos, desfigurando-lhe a cara. Está no Uganda e o ato cometido terá sido encomendado pelo ex-namorado da vítima, que no dia do acontecimento estava na Madeira, segundo revelou hoje a CMTV citando a investigação da Judiciária.

De acordo com a reportagem da estação televisiva, Edmundo Fonseca, agora localizado no Uganda, onde supostamente estará implicado no tráfico de seis quilos de heroina, “foi contratado pelo ex-namorado da britânica, Claúdio Gouveia, que não aceitava o fim da relação amorosa”. Diz a mesma reportagem que, apesar de estar na Madeira no dia do crime, Claúdio foi detido pela PJ três semanas depois”. A conclusão a que terá chegado a Judiciária é que presumível mandante “terá querido vingar-se da ex-namorada contratando os serviços de Edmundo, que desde então estava em fuga”.

A CMTV diz que o processo segue, agora, os trâmites legais, nomeadamente a extradição do suspeito para Portugal, para que possa responder sobre o ato. A Judiciária sabe. agora, que o suspeito estava no Uganda desde junho.

A jovem britânica regressou entretanto ao país de origem.