CDS/PP vai propor verba para o novo Hospital e dinheiro para vítimas dos incêndios no Orçamento de Estado

CDS-Nuno Magalhães B
Nuno Magalhães veio à Madeira dizer que o CDS/PP vai apresentar propostas para inscrever, no Orçamento de Estado, verbas para o novo Hospital e para as vítimas dos incêndios na Região, em 2016

O líder parlamentar do CDS/PP na Assembleia da República veio à Madeira apresentar propostas de alteração ao Orçamento de Estado, em matérias que têm a ver com a Região, relevando o papel da estrutura regional neste conjunto de iniciativas que serão levadas em sede de discussão na especialidade.

Nuno Magalhães anunciou que o partido vai apresentar uma proposta para inscrever, em sede de Orçamento de Estado para 2018, de uma verba 5,6 milhões de euros para a construção do novo Hospital público da Madeira, à semelhança do ocorrido em 2016. Foi, de resto, como diz o líder parlamentar, “um compromisso do Governo da República”, referindo que António Costa desmentiu-se a seu próprio e recusando esta “passa culpa” político que anda à volta da construção da nova unidade hospitalar.

O centrista aponta, também, a revisão do subsídio de mobilidade do transporte aéreo e reforço ao apoio dos transportes ao nível do passe sub-23, como duas propostas que pretende levar para debate na especialidade, solicitando uma intervenção do Governo central no sentido de sensibilizar a TAP para esta realidade.

Nuno Magalhães lembra, ainda, as verbas que tardam em chegar para as vítimas dos incêndios de 2016 na Madeira. “Um ano depois, o Governo da República executou uma quantia ridícula de 176 mil euros dos 5,5 milhões de euros que estavam contemplados”. Por isso, o CDS vai apresentar uma proposta, para o próximo Orçamento, no valor de 5 milhões e 324 mil euros para reparar o não cumprimento do Governo da República”.

Outra proposta tem a ver com a Venezuela e com o regresso dos madeirenses à Região, sendo que Nuno Magalhães lembra outro compromisso não assumido pela República. Os centristas vão levar, como proposta, a inscrição de 1 milhão de euros, para ajudar os madeirenses que já regressaram à Madeira.

O líder parlamentar do CDS/PP está na Região, também, para fazer uma visita à Câmara Municipal de Santana, de gestão centrista, liderada por Teófilo Cunha.