JPP pede novo mandato em Santa Cruz para governar com outra margem de manobra depois de arrumar a casa

Foto JPP.

O partido JPP realizou hoje duas arruadas: uma em Santa Cruz e outra na Camacha.

Uma oportunidade aproveitada por Filipe Sousa para deixar uma “mensagem do coração” ao povo do concelho, no sentido de, mais uma vez, depositar confiança no JPP e numa nova forma de fazer política.

“A verdade é que nós, nestes últimos quatro anos, deixámos no concelho uma semente que está a dar frutos. E a palavra Conseguimos, que é o mote desta candidatura, tem um significado profundo e concretizado em tudo aquilo que se fez na vertente social, no investimento que finalmente conseguimos implementar e que este ano é superior aos 3,8 milhões de euros”, disse.

O candidato sublinhou que a campanha em curso, que agora entra na sua reta final, está profundamente marcada por esta diferença que o JPP trouxe à política e à gestão da coisa pública.

“Temos uma nova forma de fazer política e eu acredito, do fundo do coração, que o povo deste concelho irá depositar, mais uma vez, a confiança em nós”, apelou.

Filipe Sousa chamou a atenção para uma questão que considera central e que vai no sentido de apelar a uma reflexão em torno do que foram estes últimos quatro anos e o que podem ser os próximos.

“Se conseguimos fazer tudo aquilo que fizemos até hoje num cenário de dificuldade financeira extrema, o povo deste concelho que imagine o que se poderá fazer nos próximos quatro anos. A semente foi lançada, as plantas estão a crescer e eu não quero acreditar que o povo vá depositar agora o voto naqueles que dizem que querem uma vida nova, mas querem, acima de tudo, deitar-se na cama que nós construímos com esta nova forma de fazer política, com transparência, verdade e rigor”, sublinhou.