PTP denuncia pobreza extrema e amianto no Bairro da Penha de França

Foto PTP.

A candidatura do PTP à Câmara Municipal do Funchal (CMF) realizou hoje uma iniciativa política no Bairro da Penha de França, na Freguesia do Imaculado Coração de Maria, para denunciar a pobreza extrema e a falta de condições de habitabilidade das populações que ali residem.

A cabeça-de-lista, Raquel Coelho insurgiu-se contra Paulo Cafôfo e a Coligação Confiança “por nada terem feito nestes últimos quatro anos pela requalificação dos bairros sociais da CMF e no que concerne à remoção do amianto dos telhados”.

A candidata esteve na casa de uma das famílias residentes do bairro, um agregado familiar de cerca de 8 pessoas, no qual se inclui uma criança de 8 anos doente.

“Não têm água quente, nem um pequeno duche, a casa está muito degradada e não possui espaço suficiente para as 8 pessoas que lá residem”, contou Raquel Coelho.

“A senhora Liliana Olival veio pedir ajuda ao Partido Trabalhista, porque a situação tornou-se insustentável, apesar dos seus esforços, os seus parcos recursos de apenas 200 euros por mês, uma vez que cuida de uma senhora idosa, não chegam para as despesas da casa, vive juntamente com os seus 6 irmãos mas são todos alcoólicos e vivem num estado de degradação que não a conseguem ajudar”, explicou a candidata trabalhista.

A cabeça de lista do PTP disse “que são casos como este que põem a nu o flop da governação do atual executivo camarário, onde a pobreza extrema fica escondida debaixo de muita propaganda paga na comunicação social”.
“Habitação social e amianto zero só existe nas páginas de jornais”, fulminou a candidata trabalhista.