Ricardo Sousa critica “pouco investimento” em Água de Pena

A candidatura do PSD à Câmara Municipal de Machico lamentou hoje o que considera ser o “pouco investimento” do município na freguesia de Água de Pena.

“Constata-se mais uma vez a estagnação”, afirmou o cabeça-de-lista Ricardo Sousa, frisando que o actual executivo apenas se limitou a construir sanitários e alguns abrigos de paragem”, o que, na sua opinião, “é manifestamente insuficiente para uma freguesia que tem crescido em população, no urbanismo e no comércio”.

“Pensamos nós que aqueles dois milhões de que a Câmara dispõe ao longo do ano estão mal aplicados e as prioridades não são as reais”, disse.

No entender de Ricardo Sousa, deveria existir um maior investimento na Educação. A Câmara Municipal “abandonou a escola de Água de Pena”, a qual se encontra neste momento muito degradada. “Se tivesse sido feita uma manutenção todos os anos as coisas estavam muito melhores”.

Ao nível cultural, sentenciou, “nota-se também um abandono”. Ricardo Sousa salientou que o Grupo Folclórico, que já “representou a freguesia nos quatro cantos do mundo”, está agora extinto, sendo intenção do PSD fazer com que seja reactivado.

Por outro lado, chamou também a atenção para a necessidade da desmatação dos terrenos abandonados na Matur, uma vez que constituem um risco para a propagação de incêndios.

Outras medidas propostas para a freguesia de Água de Pena passam pela construção de um parque infantil, pela melhoria da rede de transportes públicos e pela criação de um acesso entre o final da estrada junto ao Bairro dos Pescadores e a rotunda.