PSD-Porto Santo afirma que tem manifesto “realizável”

Com caçadores

No âmbito das acções “sextas temáticas”, que a candidatura do PSD/Porto Santo às próximas autárquicas, liderada por Idalino Vasconcelos, Fátima Silva e Joselina Melim, tem vindo a efectuar ao longo das últimas semanas, sob o mote “Porto Santo de Verdade”, a dita candidatura vem hoje relevar que apresenta um projecto autárquico para o qual, ao longo dos últimos meses, tem auscultado e ouvido as preocupações, principais anseios e reivindicações das pessoas, das associações, das forças vivas da terra e ainda a opinião dos militantes, simpatizantes e candidatos às várias listas autárquicas. “Este manifesto é o contributo de todos e ao contrário de outros, apresenta-se como um manifesto credível, de verdade, realizável e sem falsas promessas”, afirmam os social-democratas.

“Ouvimos atentamente as preocupações da Associação de Caçadores do Porto Santo, do Basquete Clube do Porto Santo, dos Bombeiros Voluntários do Porto Santo, da Casa do Povo, do Clube Naval do Porto Santo, do Lar de Idosos, das Paróquias do Porto Santo e ainda das diversas Confrarias do Porto Santo, entre outros”, dizem os candidatos. O seu manifesto está dividido em diversos temas, que vão desde as políticas sociais; à Economia, Turismo e Cultura; Educação, Formação, Juventude e Desporto; Ambiente, Qualidade de Vida e Recursos Naturais; Obras Públicas, Acessibilidades e Infraestruturas Municipais e Ordenamento do Território e Património.