Amândio Silva critica anúncios do PSD feitos após a missa e não concretizados

Segundo um comunicado de imprensa dos socialistas, o candidato do PS em Câmara de Lobos teve conhecimento, no passado domingo, que a candidatura do PSD iria apresentar, esta sexta-feira, um Plano de Reabilitação e Recuperação do Centro da Freguesia do Estreito, no Centro Cívico daquela localidade. Amândio Silva criticou o facto de tal anúncio ter sido feito na igreja, após a missa,  “porque na verdade utilizar espaços de culto para beneficio partidário é vergonhoso”, fulminou.

Ora, para o seu espanto não foi realizada nenhuma exposição, relativamente a esse assunto, o que no entender do candidato, é um desrespeito para com os habitantes da freguesia.

Em relação ao Plano de Reabilitação e Recuperação do Centro da Freguesia, disse que o PS sempre defendeu a criação de determinadas infraestruturas, lembrando que “há muito anos foi prometido um Lar de Idosos”, contudo o mesmo ainda não foi construído”. Amândio Silva levantou uma outra questão, no que diz respeito a algumas acessibilidades, que não dispõem de passeio público, bem como abordou a criação de novas infraestruturas, particularmente um parque infantil, um pavilhão gimnodesportivo, uma piscina, “promessas vertidas pelo PSD ao longo dos anos”.

Face ao exposto, Amândio Silva entende que é preciso criar um Plano de Intervenção que vá ao encontro das necessidades da população, dando como exemplo a criação de um espaço de estacionamento, uma Praça Pública, bem como a construção de um caminho entre a Rua da Escola do Estreito de Câmara de Lobos e a Rua da Achada.