Albuquerque inaugura na segunda posto de recepção de pescado do Porto Moniz

Foto Rui Marote

O presidente do Governo Regional,  Miguel Albuquerque, marcará amanhã, sábado, presença pelas 21 horas, na abertura do XXVII Festival Nacional e XX Internacional de Folclore da Ponta do Sol.

Já no dia 28 de Agosto, segunda-feira, pelas 17 horas, o chefe do Executivo madeirense inaugurará as obras de remodelação do Posto de Recepção de Pescado do Porto Moniz.

O posto de recepção de pescado do Porto Moniz é o único na costa norte da Ilha da Madeira e serve uma vasta comunidade piscatória que ali aporta para descarga de várias espécies, refere comunicado governamental.

É um dos portos designados para descargas de espécies de profundidade em quantidades superiores a 100kg, nos termos da regulamentação comunitária, e movimentou no ano de 2016 cerca de 300.000€ e um volume de 100 toneladas, sendo que a espécie mais descarregada é a lapa.

O projecto de remodelação, dizem-nos, teve em vista a adaptação do espaço existente aos padrões europeus a que estão sujeitos os operadores dos géneros alimentícios e às regras específicas para a manipulação dos produtos da pesca, introduzindo alterações no fluxo do pescado e nos equipamentos que o suportam, e a melhoria das condições operacionais tendo em vista uma melhor prestação de serviços aos pescadores.

Foram também, segundo o GR, introduzidas alterações estruturais com vista à melhoria das condições de trabalho dos funcionários e das condições sanitárias, com a criação de instalações balneárias de apoio aos utentes do espaço.

O projecto inclui

– Câmara de refrigerados – 4 toneladas.

– Fabricação de gelo em placa – 1ton/dia.

– Silo de gelo – 4 toneladas.

– Zona de lavagem de caixas.

– Zona de recepção/pesagem do pescado.

– Escritório.

– Vestiários homens/mulheres.

– Sanitário com duche para os pescadores.

– Substituição das redes de água potável, redes de esgotos e sua bombagem, instalações elétricas, telecomunicações e equipamentos eletromecânicos para a produção de gelo e arrefecimento da câmara de refrigerados e silo de gelo.

O projecto foi co-financiado pelo Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP)

Custo total elegível: € 298.665,41

Apoio financeiro da União Europeia: € 223.999,06

Apoio Financeiro Público Regional: € 74.666,35