Empresa responsável pela contagem de votos na Venezuela diz que níveis de participação foram “manipulados”

maduro B
Regime de Maduro posto em causa no ato eleitoral.

O número referente à participação de domingo nas eleições da Venezuela foi “manipulado”, diz a empresa responsável pela contagem dos votos. Os jornais internacionais e nacionais estão a noticiar que numa entrevista coletiva em Londres, o  diretor-executivo da Smartmatic, Antonio Mugica, afirmou que “sem dúvida, a taxa de participação na recentes eleiçõe para Assembleia Nacional Constituinte foi manipulada”.

“Uma auditoria permitia conhecer a taxa exata de participação. Estimamos que a diferença entre a participação real e a anunciada pelas autoridades é de pelo menos um milhão de votos”, afirmou.

Julio Borges, presidente do Parlamento, cuja maioria é da oposição, anunciou que irá pedir uma investigação sobre a denúncia.

A oposição já questionava o número de eleitores apresentado pelo goveno. O Conselho Nacional Eleitoral afirmou qu e 8 milhões foram às urnas, mas a oposição não ia além dos 2,5 milhões.

O governo não confirmou o dia e hora da tomada de posse da Assembleia Constituinte, situação que vem criando um clima de incerteza.