Cuidado com as redes de pesca abandonadas no mar

Fotos José Paulo Valente
O leitor José Paulo Valente enviou-nos hoje imagens dando conta de uma situação que reputamos de importante e que merece referência no sentido de alertar as pessoas para as boas práticas no mar. “Hoje num passeio no cinquentenário barco marítimo-turístico Ventura, tive a oportunidade de ver a acção digna de registo da tripulação daquele veleiro. em prol de preservação e protecção do ambiente”, refere o nosso leitor.
“Navegávamos a cerca de três milhas do porto do Funchal quando a  tripulante Vanessa, bióloga marinha, detecta uma rede abandonada. Alerta o skipper Marco Gamelas, que de imediato executa a manobra para a recolha”.
O leitor registou a actuação da tripulação no sentido de “alertar os outros operadores turísticos a procederem da mesma forma e sensibilizar os pescadores a não deitar para o mar as redes sem préstimo”.
De facto, as artes de pesca podem ser autênticas armadilhas para animais marinhos como os golfinhos, que muito cativam muitas pessoas que nos visitam. Além dos danos que podem causar à vida marinha, podem enrodilhar-se nas hélices dos barcos. Daí a necessidade de manter os cuidados necessários.