Cláudia Monteiro de Aguiar quer que Juncker repense estratégia do Turismo

Numa carta aberta enviada hoje a Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, a eurodeputada madeirense Cláudia Monteiro de Aguiar, em parceria com o Comité das Regiões e Associações representantes do sector, pede que seja revista com urgência a actual Estratégia da União para o Turismo, apresentada em 2010. Também nesta carta há uma solicitação expressa, para ver o sector incluído de forma representativa, no programa de trabalho da Comissão, para o próximo ano.

Cláudia Monteiro de Aguiar afirma que “este é o momento certo para o presidente Juncker se comprometer com o sector do Turismo e rever a presente estratégia. Julgo que quase uma década depois e à velocidade que tudo acontece, podemos considerar já desenquadrada da realidade.”

A deputada refere ainda que apesar do crescimento verificado “o Turismo continua a enfrentar enormes desafios comuns aos 28 Países da União Europeia. São estes desafios que devemos identificar numa estratégia global que inclua acções concretas e obviamente pugnar por instrumentos e mecanismos financeiros específicos. Matérias como o reconhecimento das qualificações e melhoria de competências, a digitalização ou inovação em tecnologia, a sustentabilidade, alterações climáticas, a economia colaborativa, questões de segurança e a simplificação do regime de vistos e a concorrência de destinos fora da União, devem ser pensadas, repensadas e enquadradas num quadro actual e global na União.”

A carta relembra a importância económica e social do Turismo para a União, motor de crescimento económico e o peso que tem na criação de emprego em várias das Regiões Europeias. É a terceira actividade económica da União, com 10% do PIB da União, representando mais de 15% dos empregos na Europa, com tecido empresarial de PMEs.

O documento sublinha ainda os efeitos directos deste sector na vida dos cidadãos europeus e o impacto. A eurodeputada social-democrata destaca também o papel “no desenvolvimento das áreas rurais bem como  o papel que o turismo assume no reforço do sentimento de cidadania europeia e de compreensão mútua entre os povos.”

Cláudia Monteiro de Aguiar afirma com convicção que “é tempo de a Europa comprometer-se e mostrar vontade de querer apoiar o Turismo.”

Esta carta conta com o apoio de 40 Deputados Europeus, 70 membros do Comité das Regiões, da rede NECSTour, dos 44 Membros do Tourism Manifesto for Growth and Jobs, de Universidades e Centros de Investigação, do qual se destaca a Universidade de Leiria, e da Confederação do Turismo Português.