Paulo Cafôfo apresentou Gonçalo Jardim como candidato da ‘Confiança’ a Santo António

Fotos DR.

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, e líder da Coligação Confiança, Paulo Cafôfo apresentou, esta sexta-feira à tarde, a equipa da Coligação para vencer em outubro a Junta de Freguesia de Santo António. A Coligação Confiança integra o Partido Socialista (PS), o Bloco de Esquerda (BE), o Juntos pelo Povo (JPP), o Partido Democrático Republicano (PDR) e o Nós, Cidadãos!.

O candidato é Gonçalo Jardim, um enfermeiro de 39 anos que nasceu, cresceu e vive na freguesia de Santo António, mais precisamente no Sítio do Pico do Cardo. Licenciado pela Escola Superior de Enfermagem São José de Cluny, exerce no Serviço de Urgência do Hospital Dr. Nélio Mendonça, bem como na Casa de Saúde São João de Deus, como enfermeiro especialista.

Paulo Cafôfo fala “num homem certo, no lugar certo, alguém com uma grande sensibilidade social e que conhece profundamente a génese de Santo António e as necessidades e anseios das suas pessoas. O Gonçalo estará ao leme de uma equipa que me dá todas as garantias, recheada de gente muito capaz, cujo mérito é reconhecido pela sociedade, e não poderia estar mais confiante de que este é o projeto que vai marcar o futuro de Santo António, uma freguesia na qual a Autarquia tem investido bastante, mas que carece de outros valores que são marca desta Coligação, como a proximidade, a cidadania e a vontade incansável de fazer mais e melhor.”

Gonçalo Jardim enalteceu, por sua vez, “a honra em aceitar o convite de alguém com um projeto tão desafiante para a cidade, com um caráter humanista com o qual muito me identifico, como o Paulo Cafôfo”, falou na importância em investir na participação cívica e na valorização das pessoas e da sua qualidade de vida e, sublinhando a preponderância do poder local, destacou especialmente a Saúde como uma área que o futuro Executivo vai especialmente valorizar.

“É uma área que para mim é especial, é o lugar onde procuro fazer a diferença todos os dias, e não tenho dúvidas de que a preservação da Saúde funciona como um pilar essencial para o bem-estar social. Esta equipa terá em conta essas necessidades individuais, será honestamente sensível, dedicada e empenhada perante as questões da Saúde e vai-se bater pela promoção de um acesso mais fácil à medicação crónica e por atividades promotoras da manutenção da Saúde”, referiu Gonçalo Aguiar.