Veja o que disseram JPP, PS e CDU no Dia da Região

Fotos Rui Marote

O deputado do JPP, Rafael Nunes foi o porta voz do partido na sessão solene do Dia da Região.

Para o deputado, não adianta a governação atual de “culpabilização constante” da governação da República.

Rafael Nunes alertou para os problemas na área da saúde, da emigração de jovens por falta de emprego, da falta de rega na agricultura e dos custos elevados nos transportes.

O deputado lembrou ainda as comunidades espalhadas pelo mundo, particularmente as que passam por dificuldades na Venezuela.

Jaime Leandro lembra “caos” na Saúde

O porta voz do PS na sessão solene foi Jaime Leandro.

O deputado e líder da bancada do PS-M lembrou as promessas feitas pelo atual Governo Regional.

“O Governo Regional e o PSD estão a revelar incapacidade de cumprir as promessas eleitorais”, disse.

Falou dos inúmeros problemas na saúde, (“caos e desacerto governativo”), da má negociação do modelo de mobilidade aérea (“autêntico desastre”), da situação económica e social assente num modelo de desenvolvimento ultrapassado (“betão e alcatrão”), da baixa taxa de aplicação de fundos comunitários na agricultura.

Falou ainda da alegada “fratricida situação interna” no interior do PSD visível na escolha dos candidatos às Autárquicas de 1 de outubro.

CDU identifica desemprego como “problema social mais grave”

A deputada da CDU, Sílvia Vasconcelos levou à sessão solene do Dia da Região os problemas do mundo laboral.

Para a CDU, “os novos rostos da pobreza” têm origem na falta de trabalho.

“O problema do desemprego continua a ser o problema social mais grave da nossa Região”, disse.