“Requiem Inês de Castro” com concertos no Funchal (hoje), Caniçal (dia 11) e Ribeira Brava (16)

Hoje, sexta-feira, dia 9 de junho, pelas 21h30, na Igreja do Colégio estreia na Madeira a obra do compositor madeirense Pedro Macedo Camacho, denominada “Requiem de Inês de Castro”.

A obra será interpretada pela Orquestra Académica do Conservatório e junta o coro do Conservatório, o coro juvenil da DSEAM e o coro de câmara da Madeira, para além de 3 solistas (docentes de canto do Conservatório).

Integrado nas comemorações do seu 70.º aniversário, o Conservatório -Escola Profissional das Artes da Madeira, Engº Luis Peter Clode apresenta o Ciclo de concertos «Requiem Inês de Castro».

Este ciclo de concertos é constituído por 3 concertos de formato coral-sinfónico.

No dia 11 de junho, com apoio na produção da Associação Machico XXI, o concerto será repetido na Igreja do Caniçal, pelas 16h00, e o ciclo de concertos ficará completo no dia 16 de junho, com o último concerto, na Igreja Matriz Ribeira Brava, que terá o apoio de produção da Câmara Municipal da Ribeira Brava.

O Ciclo «Requiem Inês de Castro» está integrado na Semana Regional das Artes de 2017, organizado pela Secretaria Regional de Educação, através da Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia.

Do programa ainda fazem parte o «Halleluyah» da oratória «O Messias» de G. Handel e a «Marcha Triunfal» de G. Verdi como peça extra programa, todas grandiosas obras para coro e orquestra.

Em concerto, para além da Orquestra Académica do Conservatório, teremos um grande coro de 200 cantores, resultantes da parceria realizada com o Coro de Câmara da Madeira e com o Coro Juvenil da Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia (ambos sob direcção artística da profª Zélia Gomes), que assim juntos com os Coros do Conservatório (sob direção artística do profº Nuno Santos) formarão neste ciclo este grande coro sinfónico.

O «Requiem Inês de Castro» do Pedro Macedo Camacho terá os professores de canto do Conservatório, Maria João Pereira, Carla Moniz e Stefan Hatházi, como solistas. Os concertos serão dirigidos pelo maestro da Orquestra Académica do Conservatório, profº Francisco Loreto.

Para este projeto foi imprescindível o apoio da Associação Notas Sinfonias Atlânticas [ANSA] e da Diocese do Funchal, através das 3 igrejas participantes e seus respectivos párocos.

As entradas são livres.