USAM vai estar presente na primeira grande manifestação da “era” António Costa

CGTP- Arménio Carlos
A CGTP convocou para amanhã, 3 de junho, uma mobilização nacional, a primeira com esta dimensão na “era” do governo de António Costa.

A USAM – União dos Sindicatos da Madeira, vai associar-se ao dia Nacional de
Luta, marcado pela C.G.T.P-IN para amanhã, 3 DE junho, participando na
manifestação em Lisboa, a primeira grande concentração com esta abrangência da “era” de António Costa.
O Dia Nacional de Luta, com manifestações em Lisboa e Porto, tem como objectivo
“a exigência de Valorizar o Trabalho e os Trabalhadores, nomeadamente “a
continuidade da Luta pelo aumento geral dos salários, incluindo o Salário Mínimo Nacional e Regional; Pela revogação das normas gravosas da legislação laboral, nomeadamente a da caducidade, e pela reintegração do princípio do tratamento mais favorável e da renovação automática das convenções; Pelo combate à precariedade e que a cada posto de trabalho permanente corresponda um contrato de trabalho efectivo; Pela reposição do vínculo por nomeação e o desbloqueamento das carreira na Administração Pública; Contra a desregulação dos horários e pelas 35 horas de trabalho semana para todos; Pela reposição dos 65 anos como idade legal de reforma e o aceso à reforma, sem penalizações, ao fim de 40 anos de descontos”.