Rui Barreto foi à Nazaré falar sobre a importância do voto como dever cívico e expressão popular

 

O candidato do CDS-PP à Câmara do Funchal, Rui Barreto, foi ao bairro da Nazaré exortar os moradores a terem uma atitude de consciência quanto ao peso que representa o voto, sublinhando que o mesmo “é a voz do povo, o gesto mais nobre e livre de todos os momentos”.

Convidado da instituição particular de solidariedade social “Olho-te” – Associação Artística de Solidariedade Social” – para uma palestra sobre a “importância do Voto”, Rui Barreto lembrou que o direito de votar é uma conquista que precisa de ser preservada, que as mulheres estavam impedidas de o fazer (a primeira mulher a votar em Portugal foi em 1911 para a Assembleia Constituinte) e os homens apenas os “chefes de família”, com mais de 24 anos de idade, e que sabiam ler e escrever tinha esse direito, o que à época, início do século XX, representava uma pequena minoria da população.

O candidato, utilizando uma linguagem simples, esclareceu as vantagens de ir votar, destacando: praticar um acto cívico que foi conquista de várias gerações; não correr o risco de que outros decidam por nós; evitar o risco de ganhar quem não queremos e desta maneira poder colocar a democracia em perigo ao dar força ao populismo e ao extremismo; conhecer os candidatos, o seu percurso profissional, o que pensam para assim votar em consciência, refere um comunicado de imprensa dos centristas.

Desta maneira, avaliando as propostas e a postura dos candidatos, Rui Barreto acredita que os eleitores ficam munidos de ferramentas para que o seu voto seja consciente e com isso obrigar os eleitos a cumprir as promessas e a fazer o seu trabalho, obtendo aquilo que o candidato do CDS-PP à CMF mais deseja, que é aproximar eleitos dos eleitores, trazer seriedade e rigor à política.

“Muitos eleitores acham que o voto muda a vida dos políticos quando com o seu voto deveriam exigir aos políticos que mudassem a vida de todos para melhor”, disse Rui Barreto, desconstruindo a ideia de que os políticos estão acima dos eleitores. “Nada disso, eu sou um igual a vocês, tenho filhos, pago impostos, adoeço, pago contas, aflige-me a pobreza e o desemprego, por isso estou aqui para ajudar a mudar este estado de coisas, para fazer o melhor pela minha rua, pelo meu bairro, pela minha terra.”

A IPSS “Olho-te” tem sede no Bairro da Nazaré. A conferência contou com uma notável presença de moradores. Rui Barreto fez-se acompanhar da mandatária, a jornalista Daniela Maria, do candidato à Junta de Freguesia de São Martinho, Filipe Spínola, e de outros candidatos.