Nivalda Gonçalves (PSD) quer que Ribeira Brava volte a ser um lugar de paragem e não de passagem

Fotos DR

A candidata do PSD à Câmara da Ribeira Brava, Nivalda Gonçalves quer fazer mais e melhor pelo concelho transformando-o num local de paragem e não apenas de passagem.

A ideia foi veiculada no jantar de apresentação da candidatura que reuniu ontem à noite mais de 1.700 apoiantes, segundo números do partido.

“Queremos fazer mais e melhor e desenvolver todas as freguesias do concelho desde a Ribeira Brava, Serra de Água, Tábua e ao Campanário, nunca esquecendo os sítios mais altos, os sítios mais distantes do centro da freguesia porque todos são importantes para o desenvolvimento do concelho.”, disse Nivalda Gonçalves.

Defendendo uma transformação no paradigma dos destinos da Ribeira Brava, Nivalda Gonçalves, quer voltar a colocar o concelho no mapa da Madeira. “Temos de deixar de ser uma zona de passagem para ser uma zona de paragem. Connosco na Câmara Municipal será possível tomar um café na Ribeira Brava sem pagar estacionamentos”, garantiu a candidata, reforçando que o concelho vai voltar a ser “uma terra de centralidade”.

 

Na sua intervenção, o presidente do PSD-M, Miguel Albuquerque elogiou o “excelente” trabalho desenvolvido por Nivalda Gonçalves enquanto presidente da JSD, como deputada na Assembleia Regional, como dirigente associativa e como líder do Instituto de Habitação da Madeira.

“Sou testemunha daquilo que Nivalda fez aquando o 20 de Fevereiro: quantas famílias esta mulher ajudou noite e dia, incansável, em prol dos outros na desgraça”, recordou, sublinhando que neste ciclo autárquico cabe ao PSD apresentar os melhores candidatos para servir os interesses das populações.