Tem tempo e dinheiro? Faça um cruzeiro à volta do mundo

O MSC Magnifica, que esteve hoje no Funchal, vai navegar durante quatro meses, à volta do mundo. (Foto Rui Marote)

Não estará ao alcance da maioria, é certo, mas para quem tem tempo livre de sobra, uma carteira desafogada e vontade que baste para lançar-se ao mar, a MSC Cruzeiros está já a comercializar um dos mais arrojados programas.

Nada mais nada menos do que a volta ao mundo, em 119 dias, a bordo com MSC Magnifica, o navio que esta quarta feira fez escala no Funchal, e que serviu que palco à apresentação dos novos itinerários da companhia, no âmbito da sua operação com a Madeira.

Uma proposta de dar a volta à cabeça.

O cruzeiro à volta do mundo, o primeiro desta empresa, está já a ser comercializado e tem partida marcada para 5 de janeiro de 2019, do porto de Génova, em Itália. A experiência está acessível a partir dos 12 mil euros, sem taxas incluídas, mas poderá atingir os 35 mil se o passageiro quiser desfrutar da viagem em suite deluxe. Numa tarifa ou noutra, será possível cumprir a aventura de contornar o globo terrestre numa viagem que só terminará quatro meses depois novamente em Itália.

Fonte da MSC Cruzeiros adiantou ao FN que a empresa decidiu dar este passo atendendo aos indicadores positivos do mercado de cruzeiros. Neste momento, o programa está em fase de comercialização, estando prevista a hipótese de o cruzeiro à volta do mundo poder incluir opções de itinerários mais curtos ao longo do seu trajeto.

O programa MSC World Cruise propõe-se seguir rumo ao ocidente, em busca de quase todos os continentes, durante mais de 119 dias.

Os passageiros farão escala no Funchal a 11 de janeiro, antes de enfrentar cinco dias de navegação através do Atlântico, até chegar ao porto holandês de Philipsburg, nas Caraíbas.

O MSC Magnifica, o mesmo que esteve hoje no Funchal, é o navio escolhido para esta estreia. Depois de deixar o Mediterrâneo, atravessará o Oceano Atlântico para chegar às Caraíbas, antes de visitar Aruba e a Colômbia e atravessar o Canal do Panamá. Depois de explorada a América Central, o navio dirigir-se-á para os Estados Unidos da América com paragens incluídas em São Francisco e ilhas havaianas.

Mapa disponibilizado no site da empresa.

Segue-se a polinésia francesa com paragens no Taiti e Bora Bora. Depois de explorar as ilhas Fiji, o navio chegará à Nova Zelândia e ao icónico porto de Sydney na Austrália. Singapura, Malásia, Tailândia e Sri Lanka serão os portos seguintes, antes de dois dias aportado nas Maldivas. A passagem pelo Canal do Suez trará o navio de volta a Omã, Emirados Árabes Unidos e Jordânia, antes de regressar ao Mediterrâneo.

O navio dispõe de serviço de spa…

MSC Magnifica tem capacidade para 3 mil passageiros, oferecendo camarotes de várias categorias, além de programas de entretenimento e wellness a bordo, com salões de jogos, auditório, casino, spa, piscinas e ginásio.

… E casino.

O programa do cruzeiro à volta do mundo dispõe de 15 excursões incluídas, em alguns portos de escala, como é o caso do Funchal.