CDS não apoia recandidatura de Paulo Cafôfo

unnamed-3O líder do CDS/Madeira, Lopes da Fonseca, anunciou hoje que o seu partido não vai apoiar a recandidatura de Paulo Cafôfo, actual presidente da Câmara Municipal do Funchal, nas eleições autárquicas de 2017.  Lopes da Fonseca justificou que o CDS não pode apoiar “uma candidatura que é apoiada por partidos da extrema esquerda”.

“O CDS não se revê neste apoio que quer Bloco de Esquerda, quer o Partido Socialista já fizeram ao Paulo Cafôfo. O CDS demarca-se desse apoio”, declarou o líder regional do CDS à margem da Universidade de Verão da Juventude Popular, que terminou hoje em Santana. Lopes da Fonseca adiantou ainda que o CDS terá “o seu próprio candidato ao concelho do Funchal” e que o partido prepara-se para apresentar “uma excelente candidatura”.

O  líder partidário exortou os jovens a defenderem o projecto europeu, considerou mesmo a melhor oportunidade para que os jovens possam evoluir em termos de conhecimento e competências, mas pediu que o fizessem em respeito pela diferença e pelos valores para que a Europa seja um espaço de partilha, paz democracia e progresso.